Thumbnail

Linda Machado e Andrea Sorgenfrei fizeram parte do painel que abriu a programação da WIM Angels no CWB Summit. Crédito: Marya Marcondes.

Mulheres que investem em mulheres

Painel sobre investimentos em startups femininas abre programação da WIM Angels no CWB Summit

Fernando Henrique de Oliveira
Fernando Henrique de Oliveira
20/06/2024 09:13
O painel "Aposta certa: o lucro dos investimentos em startups femininas" abriu a programação de encontros que a WIM Angels vai realizar durante o CWB Summit, evento que acontece até a sexta-feira (21) como parte do Connect Week Summit em Curitiba.
Comandado Linda Machado e Andrea Sorgenfrei, investidoras da WIM Angels, o painel realizado na manhã desta terça-feira (19) trouxe dados sobre a presença feminina no mercado de trabalho e no contexto do empreendedorismo e das startups para apresentar a atuação da Women Investment Movement, grupo de 53 investidoras anjos que dirigem seus investimentos em negócios fundados por mulheres ou que tenham 33% de participação feminina.
O propósito da WIM Angels é incentivar a participação de mais mulheres no universo dos investimentos e empoderar mulheres empreendedoras na construção de negócios de base tecnológica e inovação. Além do aporte financeiro, o fundo também oferece aquele tipo de capital que traz valor agregado significativo às startups, o smart money. Isso inclui mentorias e suporte, além da ampliação de redes de contatos e outras ações que contribuem para o crescimento dos negócios.
Nos três anos desde a sua fundação, seis startups já passaram pela associação de investidoras presidida por Fernanda Andreazza.

Mulheres no ecossistema

Os objetivos da WIM estão atrelados a um contexto de pouca presença feminina no universo das startups. Dentre os fundadores de negócios, apenas 19,7% são mulheres, de acordo com levantamento da Associação Brasileira de Startups (Abstartups) do ano passado. Em relação ao total investido em 2023 em startups, 22% teve como destino empresas com liderança feminina, como aponta  o relatório Startup Landscape: Lideranças Femininas de 2024.
Os dados serviram de base para introduzir o papel da WIM Angels em um contexto no qual as mulheres encontram muita dificuldade para investir e, principalmente, para conseguir investimentos. "Há muitas barreiras e são grandes os desafios", sinalizou Linda.
Ela diz que as mulheres precisam batalhar muito para terem seus negócios reconhecidos pelos fundos de investimento. "Em uma competição entre homens e mulheres, eles saem na frente, arrecadando mais do que elas" , aponta.
No entanto, Linda ressalta que, aos poucos, o mercado está mudando. "Alguns anos atrás, a presença das mulheres no ecossistema de startups era mínima. No entanto, isso está mudando. Hoje, cerca de 19% dos fundadores de startups são mulheres, e uma em cada três empresas bem-sucedidas é liderada por mulheres. A representatividade feminina entre investidores também tem crescido - e a WIM desempenha um papel significativo nesse ecossistema", ressalta.

Barreiras a serem vencidas

Andrea Sorgenfrei, head da Pinó, que reúne as marcas GazzConecta e Bom Gourmet, destaca a importância de fazer parte de um grupo de mulheres que incentivam umas às outras a atuar mais, empreender mais e acelerar seus negócios. "Participar de grupos como este e incentivar outras mulheres é fundamental, pois isso fortalece o mercado como um todo", diz.
Durante a conversa, ela destacou dois pontos que acabam desacelerando ou até mesmo impedindo o desenvolvimento de uma startup. O primeiro deles é a maternidade.
Algumas mulheres acreditam que, por serem mães, elas não podem empreender, mas isso não é verdade. O despertar de uma mulher que passou pelo processo de maternidade traz conhecimentos únicos que podem ser valiosos para a gestão de uma empresa, por exemplo
, comenta.
Andrea percebe a  maternidade não como uma questão limitadora, mas um diferencial possivelmente importante. "Cada pessoa é única e tem suas próprias condições, e isso pode ser um ponto positivo em vez de uma barreira".
Outro ponto, segundo ela, é que, muitas vezes, as mulheres são muito criteriosas em relação aos seus negócios. "Por exemplo, quando se trata de pedir um cheque de investimento, muitas mulheres se sentem mais intimidadas. Precisamos quebrar essa barreira e abordar esse assunto com mais tranquilidade. No mundo masculino, falar de dinheiro é mais aceito. Nós, mulheres, ainda estamos nesse processo de mudança", conta. 
No entanto, a head da Pinó destaca características que diferenciam as mulheres no mercado. "Empatia, sensibilidade e criatividade são qualidades femininas muito fortes com grande potencial competitivo", completa.

WIM Angels no CWB Summit

Andrea também vai conduzir a palestra "Aplicabilidades reais e ganhos com as novas tecnologias habilitadoras" na sexta-feira (21), às 17h, encerrando a participação da WIM Angels no CWB Summit. Confira os próximos encontros:
  • Quinta-feira (20), 16h30: Painel "Mulheres C-LEVEL - uma jornada a ser compartilhada", com Ana Paula Camargo e Gisele Raulik;
  • Sexta-feira (21), 14h: "INNOVATION AWARDS - mulheres na inovação brasileira", com Cris Alessi e Fernanda Andreazza;
  • Sexta-feira (21), 17h: Palestra "Aplicabilidades reais e ganhos com as novas tecnologias habilitadoras", com Andrea Sorgenfrei.
O Connect Week Summit está sendo realizado no Viasoft Experience e no Teatro Positivo, no campus da Universidade Positivo. O evento faz parte do Connect Week, movimento de inovação que reúne mais de 100 iniciativas realizadas em Curitiba até domingo, 23 de junho. Mais informações no site do evento.

E vem aí o GazzSummit Agrotechs

O GazzSummit Agrotechs é uma iniciativa pioneira do GazzConecta para debater o cenário de inovação em um dos setores mais relevantes do país. O evento será realizado no dia 15 de agosto de 2024 com o propósito de conectar e promover conhecimento para geração de novos negócios, discussão de problemas e desafios, além de propor soluções para o setor.
O GazzSummit promove a disseminação de tecnologias e práticas de inovação que possam levar a cadeia produtiva ainda mais longe. Uma programação intensa de 12 horas de conteúdo, e mais de 25 palestrantes, espera os participantes que poderão interagir com players importantes do ecossistema como grandes empresas, cooperativas, produtores, entidades públicas, startups e inovadores. Garanta já a sua vaga.

Enquete

No Google for Brasil 2024, a gigante de tecnologia anunciou diversas novidades para o mercado brasileiro. Dentre elas, qual lhe chamou mais a atenção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão