Thumbnail

Líderes de ecossistemas de inovação estão inseridos em um ambiente moderno e possuem padrões de referência internacionais.

Julio Cezar Agostini

Julio Cezar Agostini

Júlio Cezar Agostini é Coordenador Nacional do Polo de Lideranças do Sistema Sebrae. Compartilha seu conhecimento pelo perfil no Instagram e também pelo canal no YouTube.

O perfil do novo líder

Como desenvolver a nova liderança de inovação

23/01/2023 20:21
Desenvolver líderes de ecossistemas de inovação tem uma perspectiva muito diferente das lideranças tradicionais. O novo líder esta inserido em um ambiente moderno e possui padrões de referência internacionais. Isso é bem diferente do perfil do líder tradicional.
A liderança de inovação é mais informal na relação, isso ocorre porque o ambiente de trabalho no mundo da inovação precisa ser mais colaborativo. Processos e empresas inovadoras, geralmente, são fruto de times com diversos e tipos de especialistas de diferentes áreas, tanto de dentro quanto de fora da organização.
Lembra-se do ícone Steve Jobs? Sempre sem gravata e geralmente usando tênis e calça jeans. Neste universo a hierarquia é menos valorizada, os times de trabalhos estão em ambientes híbridos e é absolutamente normal que estejam em diferentes países do mundo desenvolvendo um mesmo projeto de forma cooperada. 
Startups nascem globais, o pessoal fala inglês, boa parte dos empreendedores já teve experiências internacionais. O desenvolvimento desse perfil de líder deve propor algo diferenciado com visão moderna e global.
Visitas técnicas a outros ecossistemas do globo são bastantes requisitadas, além dos principais ambientes de inovação Brasil. A inovação se renova todo dia. Novos instrumentos, conceitos e modelos apresentados devem ser conhecidos pelos líderes pois precisam estar na vanguarda do conhecimento sobre o tema.
Porém, quando estive em Israel há três anos, entendi que muito além das tecnologias, o principal elemento que precisa ser desenvolvido são alguns traços culturais dos líderes: a disciplina, o desejo de ser e fazer parte de uma sociedade global (a maioria de nossas empresas ainda é focada no mercado interno) e ter uma certa ousadia e ambição positiva de pretender ser o número um naquilo que se propõem a fazer.
Existe muito trabalho a ser feito para que os ecossistemas de inovação brasileiros comecem a figurar entre os mais bens ranqueados, em qualquer das listas, entre os principais ecossistemas globais. Mas uma questão é indiscutível, que o papel das lideranças será fundamental para acelerar e potencializar esse processo.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão