Thumbnail

O metaverso já demanda uma série de serviços que precisam de profissionais especializados para a execução no ambiente imersivo. Crédito: Freepik.

Kenneth Corrêa

Especialista em negócios digitais, novas tecnologias, Metaverso e professor de MBA da FGV.

Metaverso

Profissões do futuro: como se especializar para trabalhar no metaverso?

08/12/2023 16:17
Até 2026, 25% das pessoas passarão pelo menos uma hora por dia no metaverso para trabalho, compras, educação, social e/ou entretenimento. É o que mostra relatório da empresa de consultoria Gartner, que aponta que, em escala mundial, até 2026, 30% das organizações do mundo terão produtos e serviços prontos para a tecnologia.
Uma outra pesquisa, realizada pela GlobalData, mostra que o mercado do metaverso deve chegar a US$ 996 bilhões em 2030, com uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 39,8%. A consultoria aponta que a expansão se dará, principalmente, pelo aumento do investimento feito pelas empresas em tecnologia para aperfeiçoar a relação com os clientes, além de potencializar a visibilidade da marca e identificar novos fluxos de receita.
O alcance do ambiente virtual imersivo chamado metaverso cresce a cada ano, com aumento do interesse do público em geral sobre o tema e utilização nos mais diferentes segmentos, como saúde, educação, indústria, moda, entre outros. Com o crescimento do metaverso, crescem também as oportunidades profissionais no mercado de trabalho do ambiente imersivo.
O metaverso já demanda uma série de serviços que precisam de profissionais especializados para a execução no ambiente imersivo. Com isso, cresce também o número de colocações no mercado voltadas ao metaverso. Precisamos considerar o cenário de trabalhar no mesmo cargo e empresa que você já trabalha, mas usando os metaversos. Também há um outro cenário, que é trabalhar em um novo cargo ou função, exclusivamente dentro de um metaverso.
O metaverso oferece uma gama de possibilidades relacionadas ao trabalho, que vão de apresentação de produtos, sala de trabalho virtual até experiências imersivas de treinamento. Além disso, o ambiente imersivo permite o trabalho colaborativo, em tempo real e sem limitações geográficas. Algumas empresas já estão implementando essas modalidades de trabalho, ou seja, fazem parte do guarda-chuva do trabalho remoto.
As profissões nas quais observamos um crescimento significativo no metaverso são, de maneira geral, parte do universo gamer, que é a vertente que mais cresce. São profissionais desenvolvedores de avatares, estilistas de moda digital, diretores de eventos, professores voltados para a aprendizagem no metaverso, storytellers/roteiristas para criar enredos envolventes em ambientes virtuais, e digital managers, responsáveis por coordenar equipes multidisciplinares para trazer marcas para o metaverso.
Para o próximo ano, é esperado crescimento nas profissões ligadas à Web3, que envolve blockchain, NFTs e criptomoedas, pois são áreas diretamente ligadas aos metaversos descentralizados (ex: Decentraland, The Sandbox, Cryptovoxels).
Além disso, profissões das áreas de engenharia industrial, engenharia civil e arquitetura já são bastante impactadas, não apenas melhorando a entrega dos serviços em 3D, mas também já criando experiências em Metaverso para visita à casas e apartamentos decorados, e também test drive e licitações para aquisição e teste de peças e partes na manufatura.
Também começa a surgir uma demanda por profissionais de recursos humanos que entendam como criar e gerenciar ambientes de trabalho imersivos dentro do metaverso. O mesmo ocorre com professores que aprendam a ensinar e orientar dentro do metaverso. Eu mesmo tenho dado aulas em ambientes imersivos desde a época do Second Life.
Para se inserir nesse universo digital, algumas das habilidades necessárias incluem:
    Você deve estar se perguntando agora quais são as formações necessárias para trabalhar neste segmento. Importante destacar que já existem no mercado cursos e formações especificamente voltados para quem deseja atuar no metaverso. Muitas dessas qualificações estão concentradas nas áreas de tecnologia da informação, design de jogos, programação, arte digital, realidade Virtual (VR) e realidade aumentada (AR). Entre as possibilidades estão:
      Existem, também, uma série de cursos online gratuitos ou pagos, que estão disponíveis em plataformas como Coursera, Udemy e outras, que oferecem formação em uma variedade de tópicos relevantes para o metaverso, desde desenvolvimento de jogos até modelagem 3D e VR/AR. É importante destacar que, além dos cursos formais e treinamentos, uma das melhores maneiras de aprender sobre o metaverso é, de fato, mergulhar nele. Botar a mão na massa, como se diz, pode oferecer uma compreensão valiosa e prática dessa nova realidade digital.

      Futuro e expectativas para o trabalho no metaverso

      As expectativas para o mercado de trabalho no metaverso são promissoras, especialmente considerando o cenário no nosso país. Os profissionais brasileiros, conhecidos pela criatividade e inovação, já estão explorando este novo universo e desenvolvendo projetos interessantes e revolucionários.
      Há uma abundância de freelancers no Brasil trabalhando neste nicho, aproveitando a flexibilidade do trabalho remoto e a oportunidade de atuar em projetos internacionais. Eles atuam em diversas áreas, desde a programação, design gráfico, realidade virtual e aumentada, até a criação e gestão de eventos no metaverso, marketing e moda.
      O metaverso proporciona um campo global de atuação, sem barreiras geográficas, permitindo aos nossos profissionais uma participação mais efetiva no mercado global, resultando em melhores oportunidades de remuneração, desenvolvimento profissional e troca de experiências com profissionais de todo o mundo.
      Além disso, o cenário econômico atual do Brasil reforça ainda mais os benefícios do trabalho no metaverso. Com a instabilidade econômica e a flutuação do câmbio, trabalhar para empresas estrangeiras representa uma grande oportunidade. Muitas vezes, essas empresas pagam em moedas mais fortes, como o dólar, o que resulta em uma renda maior quando convertida para o real.
      Portanto, fique de olho: nos próximos anos, o mercado de trabalho no metaverso só deve crescer e se solidificar, trazendo ainda mais oportunidades para os profissionais brasileiros que estão preparados e dispostos a se aventurar nesta nova fronteira digital.

      E vem aí o GazzSummit

      O GazzSummit Agro e Foodtechs é uma iniciativa pioneira do GazzConecta para debater o cenário de inovação em dois setores de grande relevância para o país. O evento será realizado nos dias 8 e 9 de maio de 2024 com o propósito de conectar e promover conhecimento para geração de novos negócios, discussão de problemas e desafios, além de propor soluções para o setor.
      O GazzSummit promove a disseminação de tecnologias e práticas de inovação que possam levar a cadeira produtiva ainda mais longe. Uma super estrutura espera os participantes, que poderão conferir mais de 30 palestrantes e mais de 300 empresas. O evento vai reunir players importantes do ecossistema como grandes empresas, cooperativas, produtores, entidades públicas, startups e inovadores. Garanta já a sua inscrição no site.

      Enquete

      As ferramentas de IA estão se tornando cada vez mais populares e acessíveis, com diversas opções disponíveis para diferentes necessidades. Qual delas você mais utiliza?

      Newsletter

      Receba todas as melhores matérias em primeira mão