Thumbnail

A mobilidade inteligente veio para poder gerir melhor uma cidade inteligente, dando mais conforto e liberdade para se ir e vir.

Beto Marcelino*

Beto Marcelino*

Sócio-fundador do iCities, hub de negócios em cidades inteligentes que realiza, desde 2018, o Smart City Expo Curitiba. Também é embaixador da Fira Barcelona no Brasil.

Mobilidade urbana

Mobilidade inteligente: liberdade para ir e vir com sustentabilidade

22/09/2023 18:50
Quando se fala em mobilidade nas cidades, principalmente mobilidade inteligente, é preciso ter em mente que queremos liberdade de ir e vir com mais eficiência e sustentabilidade. Tendo o cidadão como protagonista e foco em ampliar a segurança em todos os modais de transporte, no poder público e na iniciativa privada.
Afinal, a mobilidade gera impactos não somente na qualidade de vida das pessoas no cotidiano das cidades, como também na economia: dados da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) revelam uma perda de R$ 250 bilhões por ano por conta dos congestionamentos. Isso significa 4% do PIB e demonstra a importância de pensarmos em soluções de mobilidade que façam com que a gente ganhe tempo.
O levantamento foi apresentado por Silvia Barcik, especialista em mobilidade sustentável e diretora da Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE), durante o 10º Simpósio DATAPROM Inteligência nas Cidades, em Foz do Iguaçu (PR), que debateu temas como E-Volts, inteligência artificial, internet das coisas, o presente e o futuro da mobilidade e segurança nas cidades.
Silvia Barcik palestrou sobre o papel da sustentabilidade e da inteligência na gestão de cidades mais humanas. Primordialmente, para ela, as soluções de mobilidade precisam estar ligadas a três pilares: facilitar a vida das pessoas, trazer economia de dinheiro e poupar tempo.
Empresa de soluções inteligentes para mobilidade, sediada em Curitiba (PR), a Dataprom distingue bem o que é mobilidade para transporte, transporte público e segurança viária, com semaforização inteligente. Eles sabem distinguir tudo isso dentro do cenário de mobilidade inteligente.
Na edição deste ano do Smart City Expo Curitiba, que se tornou o segundo maior evento do mundo em cidades inteligentes, em número de público, nós trouxemos pela primeira vez ao Brasil o Tomorrow Mobility. O evento reuniu especialistas e empresas referências para debater a mobilidade inteligente, que envolve temáticas como eletromobilidade, energias renováveis, nova matriz energética, biometano e gás natural.
Prefeitos e gestores públicos e privados precisam se conscientizar cada vez mais de que, quando se fala em trânsito e transporte público, temos que nos preocupar mais com a mobilidade. E mobilidade é a segurança de ir e vir.
Além disso, hoje existe a preocupação de trazer inteligência, de fato, para essa integração viária, tanto em plataformas digitais, quanto na oferta de carros menos poluentes e um sistema de transporte público mais seguro e eficiente.
As ruas e todos os projetos viários precisam ser mais seguros também. Modelos de carros com autonomia também elevam a segurança, por exemplo, quando freiam sozinhos diante de um obstáculo na pista. Também já existem ônibus com sistemas de inteligência embarcados, com sensores que previnem acidentes. A tecnologia favorece com que tenhamos uma mobilidade inteligente, dando eficiência para uma cidade, deixando o tráfego melhor, tanto para veículos como para pessoas.
Ainda sob o ponto de vista da tecnologia envolvida, um carro pode ser um hub, podendo ter a energia que uma casa necessita, se transformando num modem de conexão e também numa bateria domiciliar. Todos esses aspectos técnicos também vêm junto.
Enfim, o contexto das cidades inteligentes por meio da mobilidade, que muitos imaginam que seja só carros elétricos, vai muito além. A mobilidade inteligente veio para poder gerir melhor uma cidade inteligente, dando mais conforto e liberdade para se ir e vir.
Dados da ABVE mostram novos entrantes no mercado de carros elétricos, como GWM, BYD, JAC Motors, além de montadoras tradicionais como Porsche, Audi, Volkswagen, Nissan, Chevrolet e Stellantis, que também estão eletrificando seus novos modelos.
Existe uma invasão, por assim dizer, de veículos elétricos que vão favorecer a saúde da população a médio e longo prazo, com melhoria progressiva na qualidade do ar. Se isso se tornar uma constante nos próximos anos, teremos cada vez mais cidades com ar menos poluído. É a mobilidade inteligente integrando múltiplos aspectos da qualidade de vida nas cidades.
*Beto Marcelino é sócio-fundador do iCities, hub de negócios em cidades inteligentes que realiza, desde 2018, o Smart City Expo Curitiba. Também é embaixador da Fira Barcelona no Brasil.

Enquete

A inteligência artificial está transformando rapidamente aspectos da sociedade. Como você percebe o impacto da IA em nossas vidas?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão