Thumbnail

A inteligência artificial poderá desempenhar papel crucial ao revelar quais palavras-chaves se tornarão tendências futuras ou até mesmo sugerir temas que deverão gerar maior autoridade para as marcas.

Victor Pinheiro*

Search Engine Optimization

Inteligência artificial e SEO: revolução tecnológica na otimização de conteúdo

06/09/2023 17:52
A evolução tecnológica traz consigo diversas oportunidades para otimizar e aprimorar processos em diferentes setores, e com a área de SEO não  será diferente. Com a chegada da inteligência artificial generativa, testemunhamos uma revolução nos processos de planejamento, produção de conteúdo e desenvolvimento web. Essa nova forma de IA permite acelerar tarefas, fornecer insights valiosos e otimizar estratégias, abrindo portas para um desempenho ainda mais eficiente e estratégico.
Para os profissionais que atuam diretamente com planejamentos estratégicos, por exemplo, a inteligência artificial poderá desempenhar papel crucial ao revelar quais palavras-chaves se tornarão tendências futuras ou até mesmo sugerir temas que deverão gerar maior autoridade para as marcas. Tal abordagem, orientada a dados, oferece às empresas uma vantagem competitiva, permitindo que se posicionem de forma ainda mais assertiva no mercado.
Já para os times que atuam com produção de conteúdo, a tecnologia já tem sido amplamente utilizada para revisar e otimizar o trabalho dos redatores. Por meio da análise de dados e padrões, a IA aprimora a qualidade e a precisão dos conteúdos. Com essa assistência, profissionais de SEO podem criar materiais mais relevantes, atraentes e úteis para seu público-alvo. Além disso, ela pode desempenhar um papel significativo no desenvolvimento web de novos projetos de sites, blogs e landing pages. Ao avaliar códigos criados pelos desenvolvedores, a IA identifica oportunidades de otimização on-page de forma ágil e precisa, permitindo que os sites alcancem melhores posições nos resultados de busca.
No entanto, o mais recente e notável lançamento é o Bard, inteligência artificial conversacional do Google. Alimentada pelo Modelo de Linguagem para Aplicações de Diálogos (LaMDA) e desenvolvida ao longo de anos pela bigtech, o produto, ao meu ver, se destaca por sua empatia e sensibilidade na comunicação. Além disso, em comparação com o ChatGPT, ele oferece uma experiência de busca na web muito mais interativa.
Também enxergo que a nova inteligência artificial chega com o objetivo de proporcionar uma melhor experiência aos usuários, beneficiando relacionamento entre cliente e empresa, bem como precisão na entrega dos conteúdos. Com um banco de dados tão vasto, o Bard valida informações exibidas e complementa com as sugestões do algoritmo de SEO, fornecendo resultados ainda mais relevantes.
E olha que essa não é a primeira vez que o Google atua dando importância para a qualidade e confiabilidade dos conteúdos. Outro investimento realizado pela bigtech nos últimos anos está relacionado ao combate de práticas prejudiciais como a do spam. Em 2018, por exemplo, foi lançado o SpamBrain, um sistema baseado em IA que visava reduzir a disseminação de conteúdos de baixa qualidade, bem como manipulações de classificação nos resultados de busca. Em sua última atualização, em dezembro de 2022, o sistema foi aprimorado para combater sites que compram links.
Ou seja, cada vez mais o Google tenta entregar para seus usuários conteúdos úteis, confiáveis e que priorizam as pessoas. Incentivando ainda que  empresas e profissionais de produção de conteúdo busquem parcerias com portais de boa autoridade de domínio e produzam conteúdos embasados por dados e pesquisas. Afinal, seguir as diretrizes do E-E-A-T (Experience, Expertise, Authoritativeness, Trustworthiness) é fundamental para entregar uma experiência de qualidade ao público.
Outra ferramenta que tem se mostrado poderosa na produção e automação de conteúdo é o Notion AI, que ao agilizar o processo de criação de materiais, possibilita uma maior eficiência e produtividade. Para os profissionais de SEO, essa é uma ótima forma de automação para se concentrarem em tarefas mais estratégicas e criativas, aproveitando ao máximo as capacidades da inteligência artificial.
No entanto, se de um lado há diversos benefícios e avanços que comprovadamente irão “facilitar” a vida dos profissionais da área, além de garantir maior assertividade para as estratégias de negócios das empresas, de outro há o sentimento de ameaça, regada pela possibilidade de perda de cargos para a IA. Esse é o atual termômetro do mercado. Porém, diferentemente dele, acredito que devemos encarar as novas tecnologias como oportunidades de crescimento e aprimoramento.
A chegada das IAs devem se tornar catalisadores para a nossa evolução profissional. Ao nos abrirmos para a inovação e experimentarmos novas ferramentas, podemos aproveitar o potencial das novas tendências tecnológicas a nosso favor. Resumidamente, nos tornamos mais eficientes e estratégicos em nossas tarefas diárias. Afinal, se soubermos aproveitar essas inovações, estaremos preparados para enfrentar os desafios da era da evolução digital e conquistar resultados ainda mais significativos para nos mantermos igualmente relevantes no mercado.
*Victor Pinheiro é CEO da martech Queen SEO.

Enquete

A inteligência artificial está transformando rapidamente aspectos da sociedade. Como você percebe o impacto da IA em nossas vidas?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão