Thumbnail

Os cheques dos xeiques chegaram aos games

Daniel Coelho

Daniel Coelho

Daniel Coelho, é empresário em live marketing, especialista em marketing, founder institute graduate, CEO e fundador da Rage Quit Academy, a primeira Game School do país, e joga desde o Atari 2600. https://ragequit.academy/

Arábia Saudita e Games

Os cheques dos xeiques chegaram aos games

14/10/2022 19:12
A Arábia Saudita anunciou, recentemente, que separou US$ 37 bilhões do seu Fundo de Investimento Público para negócios relacionados a jogos e esportes eletrônicos. Grande parte dos recursos serão investidos pela Savvy Games Group, que tem como CEO, Brian Ward, ex-líder mundial da Activision BIizzard por 25 anos.
A Savvy, que no primeiro mês do ano já havia adquirido a principal empresa de organização e transmissão de esports do mundo, ESL (Eletronic Sports League), por US$ 1 bilhão e a FACEIT, a maior plataforma de competições online, com 22 milhões de jogadores cadastrados, por US$ 500 milhões, demonstra, claramente, a visão do trono muçulmano em relação ao poder de mercado dos jogos.
O Fundo de Investimento Público, que é liderado pelo príncipe herdeiro saudita, Mohammad bin Salman, já havia comprado 5% das ações da Nintendo. Dos US$ 37 bilhões, US$ 13 bi estão reservados para a aquisição de uma grande publisher de games, o que, segundo avaliações mais recentes, permitiria a compra integral de empresas como Zynga (avaliada em US$ 11 bi), Ubisoft (US$ 9,6 bi) ou Capcom (US$ 8.9 bi), por exemplo. Já US$ 18 bilhões estão reservados para investimentos “menores” no setor.
O objetivo geral do Fundo Soberano da Arábia Saudita é diversificar a economia do país, contribuindo para o plano Visão 2030, lançado em 2017, por uma economia menos dependente do petróleo. Nesse sentido, os investimentos da Savvy devem contribuir para que mais de 250 empresas do setor de jogos surjam no país, criando mais de 39 mil empregos diretos.
Curioso é perceber que este mesmo fundo comprou, recentemente, o Newcastle United, time secular da primeira divisão inglesa por US$ 409 milhões. Ou seja, menos da metade do valor investido na aquisição da ESL. A prova de que a grama ao lado, se for em pixels, pode ser ainda mais verde.

Enquete

Imagine a possibilidade de criar vídeos realistas com ferramentas de inteligência artificial, como o Sora. Você teria interesse em utilizar uma ferramenta como essa no futuro?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão