Thumbnail

O Vale do Pinhão é apoiador da AMA – Agentes do Meio Ambiente, startup curitibana que levou o Brasil à final do maior evento de inovação, tecnologia e mídias do mundo, o SXSW Pitch 2023.

SXSW Pitch 2023

Startup de Curitiba leva o Brasil à final do SXSW Pitch 2023

GazzConecta
10/03/2023 13:11
A startup curitibana AMA - Agentes do Meio Ambiente é uma das duas finalistas brasileiras do SXSW Pitch 2023, competição anual que acontece dentro do festival South by Southwest (SXSW), maior evento de tendências em inovação em tecnologia, música e cinema, realizado na cidade de Austin, no Texas (EUA). Esta é a primeira vez, em 15 edições, que o Brasil estará representado na final do evento que começa nesta sexta-feira (10).
Apoiada pelo Vale do Pinhão de Curitiba, a AMA é finalista na categoria Cidades Inteligentes, Transportes e Sustentabilidade. Por meio da tecnologia de redes sociais e gamificação, a AMA busca criar influenciadores locais em microrregiões urbanas, conectando e remunerando pessoas quem colaborem com a limpeza urbana e a sustentabilidade, investindo em programas de educação ambiental, limpeza e zeladoria urbana, logística reversa, fazendas urbanas, compostagem, entre outras ações ambientais.
A outra startup brasileira finalista nesta edição é a paulistana lyga, que concorre na categoria futuro do trabalho. Seu propósito é desenvolver jovens protagonistas que criam diálogo e mudanças reais para o futuro das empresas brasileiras no mundo.
Ao todo, 40 startups mundiais fazem parte da seleção de finalistas deste ano, divididas em oito categorias. Durante o fim de semana, cada startup tem a oportunidade de apresentar seus negócios para um corpo de jurados composto pelos maiores grupos de investimento mundiais. Os vencedores de cada categoria serão anunciados na noite de domingo, dia 12 de março.
Mais do que uma competição que conecta startups a investidores, o SXSW Pitch 2023 é uma oportunidade para que os fundadores possam mostrar ao mundo seus projetos de inovação. Segundo Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, que faz parte do conselho consultivo deste ano, além da possibilidade de saírem com investimentos muito rapidamente, as startups têm a chance de abrirem novos mercados para seus negócios.
“O grande benefício de se estar na final, além da visibilidade internacional para as startups que estão nascendo, é estar em um pipeline super selecionado com possibilidades reais de investimento e abertura de novos mercados para o mundo”, diz.
Cris, que pelo segundo ano seguido faz parte do conselho que seleciona startups de todo o mundo para o SXSW Pitch 2023, explica que não há recursos financeiros destinados às empresas vencedoras. “O que cada uma ganha são consultorias dos grupos de investimentos que votam pela melhor startup em cada categoria e a chance de saírem do evento com investimento”, conta. Neste ano, o grupo brasileiro Valor Capital Group é um dos que integram o corpo de jurados da final.
Para Cris, é um orgulho ter, pela primeira vez, brasileiros concorrendo na final do evento. “As startups brasileiras são referências no mundo, elas são diferenciadas e mundo valoriza e reconhece o potencial delas. Estar na final do SXSW Pitch é mais um ponto importante de visibilidade deste potencial do Brasil para todos os países”, revela.
Ela ainda destaca a importância das startups nascentes acompanharem o processo de inscrição para o SXSW Pitch, que acontece sempre no segundo semestre do ano, a partir de agosto. As informações sobre as inscrições podem ser obtidas no site do SXSW ou pela Agência Curitiba.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão