Thumbnail

Startup curitibana, Clinicarx criou um curso online para treinamento de farmacêuticos, além de um chatbot para autoavaliação de suspeitas e um software para protocolar triagens.

Curso e software gratuitos

Startup dá curso gratuito que ensina farmácias a fazerem triagem do coronavírus

Aléxia Saraiva
25/03/2020 22:31
Por acreditar que as farmácias são estabelecimentos com a capacidade de realizar uma gama de serviços muito mais ampla do que a mera entrega de medicamentos, a startup Clinicarx nasceu, em 2018, para facilitar a abertura de novos serviços clínicos. Seu principal produto é um software que treina farmacêuticos, registra atendimentos e padroniza avaliações de saúde mais simples que não precisam ser realizadas por médicos, como vacinação, acompanhamento de pacientes ou determinados exames de sangue.
Com a epidemia do novo coronavírus, a startup sentiu que poderia ajudar a capacitar atendimentos em farmácias. Para isso, criou um curso online para farmacêuticos realizarem a triagem de pacientes suspeitos, além de um novo módulo no software que protocola esses atendimentos. A principal vantagem: é tudo gratuito, mesmo para quem ainda não é cliente da empresa.
O curso é realizado através de videoaulas de 3 a 5 minutos, gravados pelo cofundador e CEO da Clinicarx, Cassyano Correr, que também é farmacêutico e professor da Universidade Federal do Paraná. O foco das aulas é ensinar o que é o novo coronavírus e como uma farmácia deve agir no atendimento de suspeitas da doença.
De início, foram lançados seis vídeos e, à medida que saem novas informações sobre o vírus, o curso é atualizado. Além dos vídeos, alguns textos servem de suporte ao conteúdo. Em dez dias, cerca de sete mil alunos foram impactados.
“Quando a epidemia começou a chegar perto do Brasil, nós percebemos que precisávamos guiar as farmácias para o que elas podem ou devem fazer durante a epidemia”, afirma. “Enquanto o vírus estava fora do Brasil, a gente não tinha tempo na rotina para estudá-lo. De repente, você é um profissional de saúde, a doença chega e você precisa estudar rapidamente. A gente sintetizou o conteúdo e entregou de forma que em um dia os farmacêuticos entendam o que eles precisam fazer. Esse é o maior mérito”.
Equipe da Clinicarx.
Equipe da Clinicarx.

Software gratuito para triagem

Além do treinamento, a Clinicarx também oferece dois outros serviços: um software gratuito para a triagem dos pacientes pelas farmácias e um chatbot para que os pacientes façam uma pré-avaliação de seus sintomas.
Entre alguns exemplos, o software indica como diferenciar um caso suspeito da Covid-19, qual a orientação correta para cada caso e como conversar com o paciente. O serviço está disponível para quem já usa o sistema da startup. A previsão é de que o módulo gratuito e aberto para todos os estabelecimentos esteja disponível na segunda-feira (30).
Já o chatbot funciona como um teste para que cada pessoa faça uma autoavaliação e descubra se apresenta sintomas suspeitos. O chat pode ser acessado neste link.

Clinicarx

Atualmente, o software da startup criada em Curitiba é utilizado em 1,5 mil farmácias do Brasil, distribuídas em 400 municípios. “No total, são mais de 6 mil farmacêuticos: um pequeno exército”, relata Cassyano. Desde o início da comercialização do serviço, mais de 1 milhão de atendimentos foram facilitados, e atualmente a taxa anual chega a 130 mil atendimentos.
Desde que foi criada, a Clinicarx segue o modelo boostraping, sem investimentos externos. Em agosto de 2019, começou a ser acelerada pela Hotmilk, incubadora da PUCPR. Os planos para 2020 incluem uma expansão para 2,7 mil farmácias e uma futura rodada de investimentos, prevista para o fim do ano.

Enquete

A inteligência artificial está transformando rapidamente aspectos da sociedade. Como você percebe o impacto da IA em nossas vidas?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão