Thumbnail

O anúncio dos vencedores foi feito na última terça-feira (21), durante o 5º Encontro de Parques Tecnológicos do Paraná, em Guarapuava. Crédito: Vecstock / Freepik.

Ambientes de inovação

Sebrae/PR premia 31 habitats de inovação e reconhece as melhores práticas no Paraná

GazzConecta
27/11/2023 10:20
O Sebrae/PR anunciou, na última terça-feira (21), os vencedores do Prêmio Habitas de Inovação 2023, durante a programação do 5º Encontro de Parques Tecnológicos do Paraná, realizado no Centro de Eventos Cidade dos Lagos, em Guarapuava, na região central do estado.
A premiação reconheceu 31 ambientes de inovação de diferentes regiões, em sete categorias: Pré-incubadora; Incubadora; Aceleradora; Parque Tecnológico; Centro de Inovação; Espaço Maker; e Coworking de Inovação. Além disso, aconteceu o reconhecimento estadual para sete projetos que apresentaram as melhores práticas em suas categorias.
O coordenador de Inovação do Sebrae/PR, Michael Douglas Camilo, analisa que a iniciativa é uma forma de reconhecer os ambientes que promovem a geração de negócios inovadores e startups dentro dos ecossistemas de inovação do estado, com o propósito de destacar os resultados das interações e efetividade de suas práticas inovadoras.
“O Prêmio recebeu a inscrição de 76 projetos, sendo que todos passaram pela fase de validação por meio de uma banca examinadora, formada por especialistas em ecossistema de inovação”, disse em nota.
O Paraná, que está entre os estados mais inovadores do País, concentra 188 ambientes de inovação, distribuídos em 43 municípios, no ano de 2023. O dado é referente aos credenciamentos feitos junto ao Sistema Paranaense de Parques Tecnológicos (Separtec), que faz parte da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti).
Foram reconhecidos os trabalhos desenvolvidos por seis Espaços Makers no Estado: Celeiro de Inovação, de Guarapuava; Fab Lab Liceu de Ofícios e Inovação, de Curitiba; FabLab da Indústria, de São José dos Pinhais; GaJac – Garagem dos Jacarezinhos, de Jacarezinho; Laboratório de Prototipagem do Biopark, de Toledo; e FabLab UTFPR de Pato Branco.
Na categoria Coworking de Inovação, os dois vencedores foram o Cilla Tech Park, de Guarapuava, e o AAZ Offices Business Center, de Araucária. Já na categoria incubadora, venceram a Incubadora Tecnológica de Guarapuava Integ (Guarapuava); Incubadora – Habitat Senai (Curitiba); Incubadora de Negócios IFPR Paranaguá (Paranaguá); Incubadora Tecnológica de Maringá (Maringá); Intuel Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da UEL (Londrina); Incubadora Santos Dumont PTI (Foz do Iguaçu); e Sudotec (Dois Vizinhos).
Durante o Prêmio Habitats de Inovação também foram anunciados os quatro vencedores na categoria Parque Tecnológico. Entre eles, estão: Cilla Tech Park (Guarapuava); Hotmilk (Curitiba); Parque Tecnológico Francisco Sciarra (Londrina); e Biopark (Toledo).
Já a Sprint Curitiba UTFPR (Curitiba); Incubadora de Negócios IFPR Paranaguá (Paranaguá); Nepe Núcleo de Empreendedorismo, Pesquisa e Extensão (Campo Mourão); Sprint Apucarana UTFPR (Apucarana); Fundetec (Cascavel); e a Incubadora IFPR União da Vitória (União da Vitória) conquistaram o Prêmio na categoria Pré-Incubadora.
Os mais bem avaliados na categoria Centro de Inovação foram: Accelera Hub (Curitiba); Aintec – Agência de Inovação Tecnológica da UEL (Londrina); ExoHub Cita (Foz do Iguaçu); e Ciklo Hub de Inovação (Francisco Beltrão). Duas aceleradoras que atuam no Estado, a Evoa Aceleradora, de Maringá, e a Aciclabs – Aceleradora e Hub de Inovação, de Cascavel, foram os destaques na categoria.

Boas práticas estaduais

Levaram o Prêmio, na categoria Boas Práticas Estaduais, a AcicLabs Aceleradora e Hub de Inovação (Cascavel); Centro de Inovação – Aintec – Agência de Inovação Tecnológica da UEL (Londrina); Coworking de Inovação – Coworking do Cilla Tech Park (Guarapuava); Espaço Maker – Fab Lab Liceu de Ofícios e Inovação (Curitiba); Incubadora – Intuel Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da UEL (Londrina); Parque Tecnológico – Cilla Tech Park (Guarapuava); e Pré-Incubadora – Fundetec (Cascavel).

Reconhecimento

O Cilla Tech Park, fundado em 2020, em Guarapuava, conquistou três prêmios na cerimônia, sendo um na categoria coworking e outros dois nas boas práticas estaduais, em coworking e parque tecnológico.
O diretor do Cilla Tech Park, Paulo Alvim, explica que a associação opera três instrumentos estratégicos para o empreendedorismo inovador, com o celeiro de inovação, que é um espaço maker, que tem o papel de integrar empreendedorismo, difusão de tecnologias digitais e educação financeira; o coworking tecnológico, com atuação junto a startups e empresas residentes; e o parque tecnológico.
Já o diretor da Aintec – Agência de Inovação Tecnológica da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Edson Miura, destaca que a premiação é a coroação de todo o trabalho desenvolvido ao longo dos anos.
O Biopark, de Toledo, na região oeste, que conquistou dois prêmios, sendo um deles com o espaço maker e o outro com o parque tecnológico, foi fundado há sete anos e conta com 190 empresas, entre incubadas, residentes e âncoras, segundo o presidente Victor Donaduzzi.
“A premiação é o reconhecimento de todo o trabalho que vem sendo desenvolvido. A luta para manter funcionando o parque é grande, portanto, a premiação é significativa, principalmente quando se tem importantes atores no estado”, pontuou.

Enquete

A inteligência artificial está transformando rapidamente aspectos da sociedade. Como você percebe o impacto da IA em nossas vidas?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão