Thumbnail

Entenda os elementos que diferenciam as startups no mercado.

GazzConecta Explica

Qual a diferença entre startups e empresas comuns?

GazzConecta com ClickTextos
14/06/2021 12:00
O termo “startup” é considerado recente e surgiu na região do Vale do Silício, nos Estados Unidos. O seu uso começou entre 1997 e 2001, e significava, basicamente, um grupo de pessoas trabalhando em uma ideia inovadora que pudesse resultar em retorno financeiro. Hoje, o significado de startups é explorado de forma mais profunda e completa.
O conceito trata de um momento na trajetória de uma empresa, no qual a equipe desenvolve um produto/serviço inovador e tecnológico, que necessite de baixos investimentos e tenha boa projeção de rentabilidade.
Além disso, as startups também se caracterizam por trabalhar com um modelo de negócio escalável, em mercados pouco explorados e com processos de automação.

Processo evolutivo de uma startup

A evolução de uma startup é dividida em duas fases principais: a fase inicial e a fase final — ambas com 5 etapas cada.
Ao final desses dois grandes ciclos, a startup,
normalmente, passa a fazer parte de uma grande corporação ou pode abrir seu
capital na bolsa.
Vale ressaltar que, de acordo com a Associação Brasileira
de Startups (Abstartups), as fases de uma empresa desse modelo não constituem
uma ciência exata.
A trajetória de cada negócio pode variar, mas, de uma forma
geral, ela envolve processos de ideação, que é quando a ideia começa a sair do
papel; validação, que é a fase de teste dessa ideia; tração, que envolve
rodadas de investimentos e aportes financeiros; e scale-up, que é quando a
empresa atinge o ápice em receitas e crescimento.

Aceleração de startups

Organizações que agilizam o processo de crescimento de
startups são conhecidas como aceleradoras. Elas visam promover estabilidade e
agilidade aos negócios que estão começando.
A aceleração de uma startup funciona impulsionando as
empresas para quebrarem a barreira de break-even e conseguirem ganhar o
mercado. Dentro desse processo, as aceleradoras oferecem ferramentas como
aporte financeiro, rede de contatos, mentorias, entre outras.
O grande objetivo é fazer com que as startups consigam crescer e se estabelecer no mercado de forma ágil e eficiente.

Marco Legal das startups no Brasil

No dia 11 de maio de 2021, a Câmara dos Deputados concluiu a votação do marco legal das startups. A lei considera startups como empresas que atuam na inovação de produtos, serviços ou negócios e prevê incentivos para esse mercado.
A nova legislação deve impulsionar ainda mais o crescimento das startups brasileiras e alavancar o desenvolvimento tecnológico do país.

Enquete

A inteligência artificial está transformando rapidamente aspectos da sociedade. Como você percebe o impacto da IA em nossas vidas?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão