Thumbnail

Cristián Sepúlveda Lazzaro e Marcos Eduardo Ferreira, cofundadores da Silver Hub

Agetechs

Silver Hub: aceleradora do mercado de longevidade busca startups early stage

GazzConecta
17/08/2022 20:11
A Silver Hub, aceleradora especializada no mercado de longevidade, lança o edital de seleção de startups que estejam dentro do propósito de inovação de soluções e produtos para o público sênior.
A aceleradora apresenta-se ao mercado como um centro de referência de negócios e tendências para startups com base tecnológica que apostam no mercado da longevidade. Pautada pela diversidade, a Silver Hub tem como estratégia acolher diversas startups - localizadas dentro ou fora do eixo Rio-São Paulo -, bem como founders de múltiplas etnias, idades e gêneros.
O modelo de negócios da Silver Hub é baseado em 100% investimento de risco nas startups. O capital intelectual e financeiro será trocado por participação acionária nos negócios apoiados. A aceleradora planeja investir, em 24 meses, entre R$ 3 a 5 milhões nas startups selecionadas pelo edital.
“O plano é acelerar entre 15 e 20 startups neste prazo. Os valores investidos para cada startup dependerão, principalmente, da experiência dos cofundadores, da atratividade das soluções da empresa e do potencial do mercado”, conta Cristián Sepúlveda, CEO da Silver Hub.
De acordo com o executivo, a Silver Hub está trabalhando na formação de parcerias com universidades, empresas e outras instituições que fomentem o empreendedorismo. “Queremos nos posicionar como uma boutique de investimentos especializada em agetech e, após consolidarmos o negócio no Brasil, expandiremos para a América Latina, com base em nossa expertise”, afirma Sepúlveda.

O mercado da longevidade no Brasil e no mundo

No Brasil, o mercado da longevidade movimenta R$ 2 trilhões por ano em produtos e serviços. Em 2020, a Economia Prateada (soma das atividades voltadas exclusivamente para as necessidades da população sênior) movimentou US$ 15 trilhões no mundo. Na América Latina, o valor chegou a US$ 3 trilhões durante o mesmo ano, segundo estimativas da Data8,  laboratório de dados de longevidade. Esses números explicam o desempenho que as agetech ou silvertech já demonstraram nos Estados Unidos, com investimentos de venture capital na ordem de US$ 1 bilhão, em 2021.
Segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia), um a cada três brasileiros será sênior nas próximas décadas. Esse grupo já soma mais de 37 milhões de pessoas. Como os negócios nesse segmento ainda são incipientes no Brasil, o propósito da Silver Hub é investir em startups que produzam inovação em produtos e serviços para a população sênior (50+), iniciativa que vem ao encontro da mudança radical do mercado, associada ao envelhecimento da população.
“Vemos uma grande oportunidade no mercado da longevidade, tanto pelo crescimento orgânico, quanto pela grande disrupção tecnológica que chegará nesse mercado, a chamada ‘digitalização’: usar tecnologia para melhorar produtos e serviços. Os segmentos como o financeiro, securitário, telecomunicações, saúde e educação, por exemplo, serão fortemente impactados pelo efeito dessas mudanças. Muitas empresas ainda não perceberam essa transformação”, ressalta Sepúlveda.
O edital da Silver Hub está aberto neste link até o dia 30 de setembro de 2022. Terão prioridade as startups que estejam faturando, que tenham base tecnológica e com alto potencial de escala.

Enquete

Imagine a possibilidade de criar vídeos realistas com ferramentas de inteligência artificial, como o Sora. Você teria interesse em utilizar uma ferramenta como essa no futuro?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão