Investimento em startups brasileiras

Distrito lança parceria com Techstars para buscar investimento internacional em startups

GazzConecta, em colaboração com Millena Prado
03/02/2021 20:09
O Distrito, plataforma de fomento à inovação aberta, anunciou na manhã desta quarta-feira (3) uma parceria com a rede global de empreendedorismo Techstars. A aceleradora fundada em 2006 alavanca a nível internacional negócios de sucesso. A parceria busca selar a visibilidade do ecossistema de startups brasileiro com diversas frentes de atuação — entre elas eventos, compartilhamento de dados, aceleração e inovação corporativa.
A partir da união, o Distrito passa a ser responsável pela operação do Startup Weekend no Brasil, uma das maiores maratonas internacionais de incubação de ideias e fomento ao empreendedorismo. Os participantes do evento, que já esteve presencialmente em 119 cidades do país, realizam o protótipo de uma empresa durante 54 horas em um processo de imersão e mentorias.
Das boas ideias durante a maratona já surgiram empresas como Easy Taxi e Agrosmart. Os destaques do evento participam também de processos de aceleração do Distrito. A edição 2021 ainda não tem data confirmada.
A parceria entre as aceleradoras permite também a implementação da iniciativa batizada de Techstars Pathfinder Membership, um programa de inovação corporativa para grandes companhias que desejam adotar processos mais ágeis dentro de suas empresas através do contato com startups, abrindo as portas para a inovação aberta.

Atração de investimento internacional

Outra iniciativa fruto da parceria é o compartilhamento de dados do Distrito Dataminer, uma das maiores base de dados sobre startups nacionais. Através da união será possível realizar análises de inteligência de mercado e os números servirão de vitrine para o Brasil. Na visão de Gustavo Araújo, CEO do Distrito, o compartilhamento leva o ecossistema brasileiro a uma visibilidade internacional — inclusive para atrair investimentos externos.
"Há companhias que acessam a Techstars para entender onde investir. A Techstars, através dos dados brasileiros do Distrito, vai conseguir levar essa informação de maneira estruturada para as empresas. Nós esperamos atrair mais investimento internacional e trazer mais corporações e venture capital para o Brasil. Esperamos que seja uma grande vitrine para tudo que está acontecendo aqui”, comemora Araújo. 
Para a empresa internacional, o Brasil é uma oportunidade para investidores. De acordo com José Iglesias, diretor sênior de comunidade da Techstars, o país acumula 60% dos investimentos em capital de risco na América Latina, e sua grandeza em habitantes corrobora para o sucesso de startups brasileiras.
Entre os exemplos da potência nacional, o primeiro mês de 2021 já acumula US$ 633 milhões investidos em startups do país, número 185% maior que o montante do mesmo período em 2020.
“O Brasil é um mercado especial pois há mais de 200 milhões de habitantes. Se olharmos para Nubank, iFood e Creditas, existem grandes empresas que cresceram muito apenas focando no Brasil. Empreendedores e fundadores já estão pensando globalmente, embora o mercado local seja gigante”. E completa: “nem todo mundo deseja ser empreendedor, mas o mundo seria um lugar melhor se todos pudessem pensar como um empreendedor”.

Enquete

A inteligência artificial está transformando rapidamente aspectos da sociedade. Como você percebe o impacto da IA em nossas vidas?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão