Thumbnail

Sérgio Marone foi o convidado da estreia do Isa Talks, podcast comandado por Isa Quartarolli.

Isa Quartarolli

Isa Talks

Cultura, empreendedorismo e influência: entrevista com Sérgio Marone

07/08/2023 19:00
Sempre tive o sonho de ser apresentadora. Por isso, quero dizer para minha Isa criança, que brincava de apresentadora com o seu microfone da Xuxa com a sua plateia de bonecas e bichos de pelúcia, que deu tudo certo.
Isa Talks é o meu podcast semanal de bate-papos genuínos e sinceros, sobre assuntos diversos como carreira, liderança, empreendedorismo, protagonismo, autoconhecimento e claro, a vida.
Quando falei para as minhas amigas que iria entrevistar o Sérgio Marone, o surto foi coletivo. Preciso confessar que a adolescente dos anos 2000 que habita em mim ficou enlouquecida, mas a gente finge costume e segue como se tudo fosse mais um dia normal.
Ele é ator, comunicador, apresentador, produtor do filme Jesus Kid, ativista, empreendedor e, para quem é fã de astrologia, ele é aquariano, o que explica muita coisa da sua personalidade de essência disruptiva, pensamento coletivo e alma livre. Você deve conhecê-lo pelos seus papéis como Victor da Malhação ou Ramessés da novela Os Dez Mandamentos. Mas ele também assumiu o desafio da vida empreendedora e fundou a startup Tukano de produtos 100% brasileiros, veganos e sustentáveis.
Você confere aqui na minha coluna os principais pontos da conversa que tive com o Sérgio Marone. Aproveite também para escutar ou assistir o episódio completo, no Spotify ou no YouTube.

Isa Talks com Sérgio Marone

Esse podcast nasceu muito da minha vontade de construir conversas genuínas e sinceras sobre a vida e trabalho, e também para ser um espaço para falarmos sobre as nossas vulnerabilidades. Hoje, vivemos em um mundo digitalizado e extensão de nossas vidas nas redes sociais. Nelas, compartilhamos fragmentos das nossas vidas, o que as pessoas querem ver, e você, como uma pessoa pública, muito do seu trabalho. Por isso, quero saber quem é o Sérgio Marone além do seu trabalho?
Sou um cara comum, que gosta de frequentar todos os lugares, conhecer todos os tipos de pessoas, gosto de cultura e amo viajar. Sou muito verdadeiro nas redes sociais, muito eu, tudo o que vocês veem por lá é muito do eu que sou.
No sentido de ser uma pessoa pública no Brasil, e também fora pelo personagem do Ramessés, que foi sucesso em três continentes, sou uma pessoa normal e sem estrelismo. Olho para tudo isso e me divirto, mas não levo a sério, porque têm altos e baixos na profissão. Agora também estou empreendendo, sei o quantos “não” eu ouço e todas as demais dificuldades que, sendo uma pessoa pública ou não, todo mundo passa.
Você é empreendedor, fundador da Tukano, que é uma startup de produtos e cosméticos veganos, ecológicos e 100% sustentáveis. Como foi ser picado por esse bichinho do empreendedorismo? Sempre morou um empreendedor dentro de você?  Conta mais sobre a Tukano, por que você resolveu criá-la, quais são os produtos que você comercializa e onde podemos encontrá-los?
Fui picado pelo bichinho do empreendedorismo por causa da cultura, fazendo o meu primeiro filme como produtor. A Tukano surgiu na minha vida porque a minha causa sempre foi o meio ambiente e queria criar uma marca que colaborasse com outras marcas, que apresentasse soluções para problemas reais como consumir menos lixo e plástico, trazendo muito para essa questão de cuidar da nossa saúde, porque ser sustentável é cuidar da sua saúde e do planeta.  Então, começamos a vender copos sustentáveis, canudos de metal, fraldas e absorventes. A ideia inicial era ser um marketplace para essas marcas venderem seus produtos.
Mas, percebi que da forma que a tinha idealizado não seria muito escalável e sustentável. Então, vi no mercado de beleza uma boa oportunidade, já que os brasileiros são muito vaidosos, e eu também sou vaidoso, gosto de me cuidar. Hoje, a Tukano tem como propósito valorizar a beleza natural das pessoas, com produtos unissex, veganos, sustentáveis e com matéria prima 100% brasileira. Temos nove produtos e ainda este ano vamos lançar mais alguns. O DNA da Tukano é a sustentabilidade. Preocupamo-nos em ser o mais sustentáveis possíveis.
Falo muito sobre protagonismo para mulheres. Tenho como propósito ensiná-las a serem líderes protagonistas das suas vidas. A palavra PROTAGONISMO está muito associada às novelas, cinema e teatro. Você já foi protagonista de vários filmes e novelas, interpretando vários personagens. Como é pra você ser protagonista da sua própria vida? Como foi o seu processo de entender a importância de liderar a própria vida e escrever a sua história?
É libertador quando você toma as rédeas da sua vida ou carreira e resolve criar suas próprias oportunidades. Você não precisa aceitar um contrato de longo prazo para fazer uma novela atrás da outra. Sempre fui um pouco contra isso.
Gosto de fazer teatro entre uma novela e outra, gosto da minha independência para não ficar à mercê do sistema ou do que lhe oferecem de trabalho, que lhe coloca em uma caixinha só de galã.
Adoro fazer vilão e outros tipos de personagens. Fazer Jesus Kid foi criar a minha própria oportunidade para interpretar um personagem diferente que talvez o mercado não fosse me oferecer, mas tudo tem sua dor e a sua delícia. Se eu for me preocupar com que os outros vão pensar eu não faço nada.
Quer ver a entrevista completa e a continuação desse bate-papo?
Então acessa o Spotify ou YouTube. E aproveita e já segue a gente nas redes sociais: @isa_talks.

Enquete

A inteligência artificial está transformando rapidamente aspectos da sociedade. Como você percebe o impacto da IA em nossas vidas?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão