Thumbnail

Por que aprender as técnicas de marketing da Barbie se você ainda não masterizou diversas outras coisas mais importantes relacionadas ao seu financeiro, gestão, contratação, retenção etc.?

Allan Costa

Allan Costa

Allan Costa é empreendedor, investidor-anjo, mentor, escritor, motociclista e palestrante em dois TEDx e em mais de 100 eventos por ano. Co-fundador do AAA Inovação, da Curitiba Angels e Diretor de Inovação da ISH Tecnologia. Mestre pela FGV e pela Lancaster University (UK), e AMP pela Harvard Business School.

Marketing ou hype?

Não, você provavelmente não vai aprender nada com o marketing da Barbie

29/08/2023 19:27
Sempre que algum ativo de mídia faz bastante sucesso, a internet é inundada por engenheiros de obra pronta que adoram trazer discursos como: “Dez insights de marketing que você pode aprender com.. (INSIRA AQUI O ÚLTIMO HYPE).
Recentemente, vimos esse hype ao redor de produções do cinema, como Barbie e Oppenheimer. Você provavelmente já se deparou com posts em alguma mídia social lhe prometendo revelar dez segredos ou insights que você pode aprender com o marketing dessas produções.
Aqui está o que eu acho: 99% de posts desse tipo são balela.
Lembro-me de cursos de marketing que eu fiz quando era mais novo, focados em pequenas e médias empresas. Pasmem, boa parte das estratégias e cases eram focados em empresas como Budweiser, McDonald’s, Havaianas, e assim por diante. Obviamente, não estou dizendo que essas empresas não possuem estratégias de marketing excelentes. Elas estão onde estão justamente por isso. Contudo, é razoável pensar que um pequeno ou médio empreendedor, que muitas vezes vende o almoço para pagar a janta, tem tanto assim a aprender com o marketing do McDonald’s, que tem milhares de lojas pelo mundo e investe bilhões de dólares em marketing por ano?
O mesmo pode ser pensado para esse tipo de conteúdo raso e chato com “coisas que você pode aprender com o filme XYZ”. Existe a possibilidade de que esses filmes tragam bons ensinamentos? Com certeza. Mas 99% do que é passado nesse tipo de conteúdo é muito raso ou então não se aplica a 99% dos casos. O filme da Barbie, por exemplo, custou aproximadamente 130 milhões de dólares, sendo que, segundo a tradição da indústria do cinema, podemos imaginar que boa parte disso foi gasta com marketing. Quantas empresas têm o luxo de dispor de cifras como essas?
Mais do que criticar o filme em si - não é meu ponto aqui -, quero levantar a importância de se ter muito cuidado ao querer seguir as fórmulas que falsos gurus querem vender. Sim, você provavelmente pode aprender uma coisa ou outra com o McDonald’s, a Apple, ou a Nike. Mas provavelmente muitas dessas estratégias devem vir em um momento posterior ao que você está vivendo agora.
Por que aprender as técnicas de marketing da Barbie se você ainda não masterizou diversas outras coisas mais importantes relacionadas ao seu financeiro, gestão, contratação, retenção etc.?
Eu entendo, tentar aprender o último insight ou hack é legal. É excitante. Mas, embora isso possa dar certo algumas vezes, geralmente funciona uma vez ou apenas em casos específicos. O marketing do filme da Barbie deu tão certo… Pasmem, por que é um filme sobre a Barbie.
Ao invés de cair no papo de gurus querendo pegar onda na última tendência apenas para criar conteúdos rasos e ganhar cliques, foque em masterizar o básico. O básico, bem-feito, ao longo dos anos, retorna exponencialmente.

Enquete

A inteligência artificial está transformando rapidamente aspectos da sociedade. Como você percebe o impacto da IA em nossas vidas?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão