Thumbnail

A conexão do cérebro humano a dispositivos tecnológicos é um movimento que traz desafios inéditos, mas também oportunidades sem precedentes. Reprodução: Canva.

Allan Costa

Allan Costa

Allan Costa é empreendedor, investidor-anjo, mentor, escritor, motociclista e palestrante em dois TEDx e em mais de 100 eventos por ano. Co-fundador do AAA Inovação, da Curitiba Angels e Diretor de Inovação da ISH Tecnologia. Mestre pela FGV e pela Lancaster University (UK), e AMP pela Harvard Business School.

Novas tecnologias

Hackeando o cérebro humano

06/02/2024 17:23
Recentemente, Elon Musk fez um anúncio que parece ter saído diretamente de um roteiro de ficção científica: sua empresa, a Neuralink, implantou chips em cérebros humanos. Para muitos, essa notícia pode parecer um salto abrupto em direção ao futuro, um avanço tecnológico sem precedentes. No entanto, é importante colocarmos esse anúncio em perspectiva, conectando-o aos avanços que vêm sendo desenvolvidos há anos pela equipe do renomado pesquisador brasileiro Miguel Nicolelis.
Nicolelis e sua equipe têm explorado as fronteiras da neurociência, trabalhando para criar interfaces que conectam o cérebro humano a máquinas, permitindo, por exemplo, que pessoas paralisadas voltem a mover-se através de exoesqueletos controlados pela mente. Portanto, a ideia de ter chips implantados em nossos cérebros não é apenas uma possibilidade; é uma realidade em construção.
A aproximação dessa realidade nos apresenta uma questão crucial e inquietante: se nosso cérebro estiver conectado a um chip, estaria ele sujeito a ser hackeado? Essa preocupação não é infundada. Afinal, vivemos em uma era na qual a privacidade é constantemente ameaçada, e a possibilidade de ter nossos pensamentos mais íntimos acessados ou manipulados é, sem dúvida, o nível máximo de violação de privacidade.
No entanto, é fundamental considerarmos que, assim como a tecnologia evolui, também evoluem as medidas de segurança e proteção. Estamos falando de proteger a última fronteira da individualidade e da privacidade: o nosso próprio pensamento. É razoável esperar que as soluções desenvolvidas para proteger essas interfaces cérebro-máquina sejam dotadas de camadas muito mais avançadas de segurança do que qualquer coisa que temos hoje.
Além disso, é preciso fazer um contraponto importante: a evolução dessa tecnologia não trata apenas de riscos e desafios, mas também de possibilidades transformadoras. A capacidade de restaurar movimento para os paralisados, de oferecer novas formas de comunicação para aqueles que perderam essa capacidade, e até de expandir as fronteiras do conhecimento humano, são apenas alguns exemplos do potencial imenso que a interface cérebro-máquina carrega consigo.
Concluir que estamos à beira de uma era de transformações profundas é, portanto, um eufemismo. A conexão do cérebro humano a dispositivos tecnológicos é um movimento que traz desafios inéditos, mas também oportunidades sem precedentes.
Ainda é cedo para sabermos exatamente quais serão os desdobramentos dessa jornada. No entanto, uma coisa é certa: estamos vivendo na era mais empolgante da história humana. A possibilidade de vermos transformações dessa natureza e os impactos que elas terão na nossa sociedade, na nossa saúde e na nossa própria essência é, sem dúvida, um motivo para olharmos o futuro com olhos de curiosidade e esperança. Afinal, se há algo que a história da inovação nos ensina, é que o ser humano tem uma capacidade incrível de superar desafios, adaptar-se e evoluir. E nesse contexto, a hackeabilidade do cérebro humano, embora seja uma preocupação válida, é também um desafio que, sem dúvida, encontraremos formas de superar.

E vem aí o GazzSummit

O GazzSummit Agro e Foodtechs é uma iniciativa pioneira do GazzConecta para debater o cenário de inovação em dois setores de grande relevância para o país. O evento será realizado nos dias 8 e 9 de maio de 2024 com o propósito de conectar e promover conhecimento para geração de novos negócios, discussão de problemas e desafios, além de propor soluções para o setor.
O GazzSummit promove a disseminação de tecnologias e práticas de inovação que possam levar a cadeira produtiva ainda mais longe. Uma super estrutura espera os participantes, que poderão conferir mais de 30 palestrantes e mais de 300 empresas. O evento vai reunir players importantes do ecossistema como grandes empresas, cooperativas, produtores, entidades públicas, startups e inovadores. Garanta já a sua inscrição no site.

Enquete

As ferramentas de IA estão se tornando cada vez mais populares e acessíveis, com diversas opções disponíveis para diferentes necessidades. Qual delas você mais utiliza?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão