Thumbnail

Dainara Pariz, mais conhecida como Dapariz, é empresária e influenciadora digital. Ela trabalha no mercado da moda desde 2015. Crédito: Divulgação.

Rafael Mendes

Rafael Mendes

Rafael Mendes é CEO da RP Trader.

Moda e inteligência artificial

Revolução na moda: inteligência artificial vira aposta para novas marcas no mercado

22/12/2023 10:00
DAAPZ, nova marca da influenciadora Dapariz, é uma das marcas que surgiram em 2023 e será 100% voltada para a tecnologia IA.
O processo criativo de uma peça de roupa passa por inúmeras etapas. Dentre elas, destacam-se o desenvolvimento de conceito, o desenho, a seleção de materiais, a padronagem, o corte, a costura e a montagem. Isso sem contar os diversos profissionais que precisam estar envolvidos nesta operação, para que ela funcione da maneira mais assertiva possível.
Agora, imagine um mundo em que as roupas pudessem ser criadas por textos, ou melhor, por códigos? Muito provavelmente, se você está lendo este artigo, já vive nele. Isto porque, no cenário atual, é cada vez mais comum que estilistas e artistas recorram à inteligência artificial (IA) para entregar visuais chamativos e, dessa forma, flexibilizar o processo de criação e produção das peças.
E quem embarcou nessa tendência foi a influenciadora Dainara Pariz, mais conhecida como Dapariz, empresária e influenciadora digital que trabalha no mercado da moda desde 2015. Com mais de 4 milhões de seguidores no Instagram, ela decidiu criar sua própria marca de roupas, a DAAPZ, que já foi anunciada oficialmente, mas deve começar a vender as coleções no início de 2024. Em entrevista exclusiva, a jovem revelou de onde tirou inspiração para levantar sua própria loja.
“Uma mente inovadora que sempre amou a junção entre a tecnologia e moda e resolveu fazer disso uma forma de expressão. Minha faceta empreendedora surgiu da minha paixão por criar e compartilhar novas ideias. Desde jovem, demonstrei interesse pelo mundo dos gamers e roupas tecnológicas dos personagens e, juntamente a isso, no mundo real, eu admirava a cultura cyber punk, buscando sempre explorar novas formas de combinar esses dois universos”, disse.
Dapariz revela que sua origem desafiadora teve um papel fundamental na sua ambição de empreender. Além de crescer em um ambiente com recursos limitados, ela sofre com a Paralisia de Bell desde os sete anos e teve que ressignificar sua condição para inspirar seus seguidores na web. Ela atualmente usa sua história de superação e visibilidade para conscientizar as pessoas sobre a paralisia, que tem como sintomas fraqueza muscular no rosto e dormência em uma parte do rosto.
No entanto, segundo a influenciadora, a criatividade sempre foi abundante e alimentou sua vontade de criar algo grande e impactante: “Enfrentei obstáculos diferentes, como a resistência inicial de algumas pessoas em aceitar a ideia de fundir IA com moda e a necessidade de superar a falta de compreensão sobre a viabilidade dessa proposta. Cada desafio foi uma oportunidade de aprendizado e fortalecimento, permitindo-me aprimorar minha visão e determinação para concretizar a criação da minha marca de moda inteligente”.
“A ideia de unir inteligência artificial e moda surgiu da minha paixão pela inovação. Minha percepção de como a tecnologia poderia ser uma ferramenta poderosa para expandir os limites da criatividade na moda foi o ponto de partida. Inspirada pela capacidade da IA de gerar ideias disruptivas e novos designs, enxerguei uma oportunidade de oferecer algo único aos consumidores” continua.
O processo de criação, por meio da IA, funciona da seguinte maneira: as ferramentas utilizam algoritmos de visão computacional, possibilitando que as marcas proporcionem uma experiência aos clientes uma experiência autêntica e precisa. Além disso, as imagens geradas são altamente realistas, o que permite aos designers visualizarem suas peças em diferentes modelos, sem precisar produzir uma roupa sequer.
As expectativas, segundo Dainara, são as maiores possíveis para o primeiro ano da marca: “Almejo estabelecer a marca como referência no mercado de moda inteligente. Espero não apenas atrair clientes, mas também inspirar outras marcas a explorarem a interseção entre tecnologia e moda. Minha intenção é criar um impacto significativo, não apenas comercialmente, mas também como um impulsionador de inovação na indústria”.
Para os leitores da Gazz , ela deixa uma mensagem de inspiração: “Não deixem que os limites convencionais definam suas ideias. A inovação está na intersecção de diferentes campos, e é nesse espaço que novas oportunidades nascem. Acreditem no poder das ideias disruptivas e na capacidade de transformar sonhos em realidade. A jornada empreendedora pode ser desafiadora, mas é a paixão e a persistência que nos impulsionam além dos obstáculos. Que cada um encontre sua própria maneira única de impactar o mundo ao seu redor”.
E vem aí o GazzSummit
O GazzSummit Agro e Foodtechs é uma iniciativa pioneira do GazzConecta para debater o cenário de inovação em dois setores de grande relevância para o país. O evento será realizado nos dias 8 e 9 de maio de 2024 com o propósito de conectar e promover conhecimento para geração de novos negócios, discussão de problemas e desafios, além de propor soluções para o setor.
O GazzSummit promove a disseminação de tecnologias e práticas de inovação que possam levar a cadeira produtiva ainda mais longe. Uma super estrutura espera os participantes, que poderão conferir mais de 30 palestrantes e mais de 300 empresas. O evento vai reunir players importantes do ecossistema como grandes empresas, cooperativas, produtores, entidades públicas, startups e inovadores. Garanta já a sua inscrição no site.

Enquete

As ferramentas de IA estão se tornando cada vez mais populares e acessíveis, com diversas opções disponíveis para diferentes necessidades. Qual delas você mais utiliza?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão