Thumbnail

A mobilidade inteligente envolve uma série de alternativas baseadas em soluções viáveis para tornar a locomoção mais eficiente. Crédito: Onlyyouqj / Freepik.

Beto Marcelino

Beto Marcelino

Sócio-fundador do iCities, hub de negócios em cidades inteligentes que realiza, desde 2018, o Smart City Expo Curitiba. Também é embaixador da Fira Barcelona no Brasil.

Mobilidade inteligente

O que é mobilidade inteligente e como você pode contribuir

28/02/2024 11:51
Os desafios enfrentados pelas grandes cidades – e até mesmo cidades menores e litorâneas, que simplesmente “travam” na temporada de verão – como o trânsito caótico, a falta de acessibilidade e os impactos ambientais, geraram como resposta a mobilidade inteligente, movimento que envolve uma série de alternativas baseadas em soluções viáveis para tornar a experiência de locomoção mais eficiente e agradável, independentemente do meio de transporte utilizado.
E como você está fazendo a sua parte? Afinal, muitas vezes nos pegamos usando o carro para qualquer saída... Já pensou em usar um modal alternativo? Lembrando que modais de transporte incluem as caminhadas (também chamadas de mobilidade ativa), as caronas solidárias, os ciclistas e a eletromobilidade, com uso de veículos elétricos que reduzem a emissão de poluentes. 
Ou seja, meios de transporte são um modal, bike é um modal, andar a pé é um modal. Todas essas atitudes refletem a nossa consciência enquanto cidadãos. Você está pronto para uma nova era em que as pessoas buscam alternativas para fugir do trânsito? Já pensou em usar um patinete, uma bicicleta ou um carro elétrico compartilhado?
Em 2023, a primeira edição brasileira do Tomorrow Mobility, realizada junto ao Smart City Expo Curitiba (SCECWB), reuniu cases de ônibus elétricos, caminhões a gás natural e gás metano, muitos modelos de veículos elétricos, SUVs e carros híbridos. Isso sem falar em bicicletas, patinetes, scooters, skates e até tratores. Todos elétricos.
Uma variedade que vem mostrar para a população que existem alternativas dentro da eletromobilidade e na mobilidade zero emissão de CO2. Outro exemplo são veículos movidos a hidrogênio (verde, azul ou cinza). 
Em maio de 2023, o Paraná recebeu o 1º Fórum de Hidrogênio Renovável (H2), evento marcado pelo anúncio, pelo governo estadual, da criação do Programa de Energia Verde no estado; da desoneração tributária da cadeia produtiva do insumo; de linhas de crédito que somam R$ 500 milhões para fomentar investimentos no setor; da assinatura da resolução que cria o Descomplica H2R, que estabelece critérios para licenciamento ambiental do combustível; e da lei que cria a Política Estadual do Hidrogênio Renovável, projeto da deputada Maria Victoria, sancionada pelo governador Ratinho Junior.
O hidrogênio classificado como renovável é obtido em um processo de baixa emissão de carbono, podendo ser utilizado na geração de energia, produção de combustíveis e fabricação de fertilizantes. “O Paraná possui as condições para ser protagonista nessa área, recebendo investimentos que criem empregos, gerem renda e mudem o perfil econômico-energético do estado”, defende Maria Victoria.
Também no ano passado, em agosto, o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, firmou compromisso para colocar o estado na vanguarda da transição energética e no desenvolvimento de tecnologias de energia verde. Na ocasião, ele anunciou o lançamento da primeira estação de abastecimento de hidrogênio renovável a partir do etanol, uma parceria da Universidade de São Paulo (USP) com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), as empresas Shell Brasil, Hytron, Raízen, Toyota e o Senai.
Em Curitiba, a linha do Inter 2 é uma aposta da prefeitura para diminuir a emissão de CO2, com um ônibus elétrico de qualidade, mais barato por quilômetro rodado. Os primeiros ônibus elétricos da capital devem começar a rodar em maio, segundo estimativa da Urbanização de Curitiba (Urbs), que gerencia o transporte coletivo de Curitiba. "Somos signatários do Acordo de Paris e nossa meta é que 33% da frota de Curitiba seja zero emissões até 2030, percentual que deve chegar a 100% até 2050. É o nosso compromisso forte com a sustentabilidade e com maneiras de mitigar o impacto do efeito estufa", afirma o presidente da Urbs, Ogeny Maia Neto. 
A frota de táxis elétricos lançadas na capital paranaense, também em parceria com a Urbs e a Renault do Brasil, no SCECWB 2023, é mais uma prova dessa preocupação com a qualidade do ar de Curitiba. São evidencias de que as parcerias público-privadas nessa área tendem a aumentar muito nos próximos anos.
Todo cidadão faz parte do movimento pela mobilidade inteligente nas cidades. Você está preparado para essa mudança?

E vem aí o GazzSummit

O GazzSummit Agro & Foodtechs é uma iniciativa pioneira do GazzConecta para debater o cenário de inovação em dois setores de grande relevância para o país. O evento será realizado nos dias 8 e 9 de maio de 2024 com o propósito de conectar e promover conhecimento para geração de novos negócios, discussão de problemas e desafios, além de propor soluções para o setor.
O GazzSummit promove a disseminação de tecnologias e práticas de inovação que possam levar a cadeira produtiva ainda mais longe. Uma super estrutura espera os participantes, que poderão conferir mais de 30 palestrantes e mais de 300 empresas. O evento vai reunir players importantes do ecossistema como grandes empresas, cooperativas, produtores, entidades públicas, startups e inovadores. Garanta já a sua inscrição no site.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão