Thumbnail

João Kepler

João Kepler é empreendedor que investe desde 2008. Premiado como melhor Investidor Anjo do Brasil pelo Startup Awards. É diretor na FIESP e na ASSESPRO; conselheiro na ACE, ANPROTEC e ACSP; apresentador do Reality Show [O ANJO Investidor]. Autor de vários livros e conselheiro da Gazeta do Povo.

Empresário na Nova Década

Você já sabe como vai terminar o que começou?

09/05/2021 12:00
Em um mundo imediatista e repleto de oportunidades e opções, me arrisco a dizer que mais importante até do que começar a desenvolver algo (investir tempo e dinheiro) é saber como você terminará esse processo.
Para mim, você precisa estudar o fim do jogo antes de qualquer outra coisa. É assim, pelo menos, como pensa (ou deveria pensar) o "Empresário na Nova Década".
É claro que todo começo é significativo e importante. Afinal, sem o primeiro passo, nada na sequência acontece. Mas não se iluda, você deve pensar, estudar, visualizar e planejar o fim do jogo também, antes mesmo de começar.
Quem não conhece a história de Alice no País das Maravilhas e a célebre frase que diz:
“Para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve.”
Na ficção, na vida ou nos negócios, muitas vezes não nos damos conta disso: deixamos de ser o autor da nossa própria história principalmente quando não sabemos por qual caminho seguir.
Não nos planejamos, não nos organizamos, agimos empiricamente, por necessidade, seguimos a intuição e o pior: não sabemos o que queremos! Com uma combinação dessas, é claro que não fica difícil imaginar que neste cenário nos tornamos reféns do acaso.
Por não saber por onde seguir, e como não conseguimos visualizar o final, pegamos qualquer caminho, buscamos supostos atalhos para chegarmos a qualquer lugar que naquele momento pode parecer promissor.
Muitas pessoas querem fazer alguma coisa, começar a empreender ou sair na frente com sua ideia. Ok, mas isso deve ser apenas uma tática, não uma meta. E este é o ponto: é claro que é necessário provar que a sua ideia de negócio tem mesmo valor, mas é preciso mostrar mais ainda que ela terá longevidade.
Para ser ou se tornar um "Empresário da Nova Década" é preciso, antes de tudo, definir suas táticas, plano de ação e metas a médio e longo prazo.
Em diferentes momentos, eu costumo dizer quando se trata do mundo dos negócios e do atual mercado, não há mais espaço para amadorismo ou “achismos”.
Se você não sabe como vai terminar o que começou, volte e comece de novo. Posso te garantir que sua assertividade será maior fazendo o que precisa ser feito e do modo certo.

Enquete

Imagine a possibilidade de criar vídeos realistas com ferramentas de inteligência artificial, como o Sora. Você teria interesse em utilizar uma ferramenta como essa no futuro?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão