Thumbnail

Quem vê foto não vê corre

João Kepler

João Kepler é empreendedor que investe desde 2008. Premiado como melhor Investidor Anjo do Brasil pelo Startup Awards. É diretor na FIESP e na ASSESPRO; conselheiro na ACE, ANPROTEC e ACSP; apresentador do Reality Show [O ANJO Investidor]. Autor de vários livros e conselheiro da Gazeta do Povo.

Trajetória profissional

Quem vê foto não vê corre!

22/10/2021 13:00
Muitas vezes, ao longo da minha vida, me deparei com pessoas que por uma necessidade de aprovação tentavam mostrar e ostentar a todo custo o que conquistaram. Mas uma coisa é certa: a arrogância precede a queda.
Quem vê a foto, não vê o filme completo! É relativamente fácil hoje em dia construir um perfil e “vender” a imagem que você quiser. Mesmo que seja com o intuito de conseguir a aprovação de um grupo, para fazer parte de um projeto, e até mesmo, claro, por vaidade e ego onde o objetivo é mostrar o que conseguiu com recortes, ou seja, só as partes boas e momentos felizes.
Mas é fato também que perfis (leia-se pessoas) assim são facilmente identificados. Empreendedores de palco, investidores que de anjo não têm nada, profissionais que fazem tudo a qualquer custo para se destacar, e assim por diante. Eu lutei muito para chegar onde estou, poucas pessoas sabem do meu passado completo, como eu cai e me reergui para poder chegar onde estou agora. Não preciso ostentar isso, somos pessoas que têm a chance de aprender, evoluir, e precisamos estar sempre em busca do nosso melhor, sem comparação, sem se achar melhor ou pior que ninguém, pois somos iguais, e no final o que muda é a nossa mentalidade e ações.
A jornada e história de cada um é única e é exatamente por isso que se torna infundada qualquer tipo de comparação. Se as pessoas não partem do mesmo ponto e não recebem as mesmas oportunidades, não é justo com ninguém (independente do ponto em que a sua vida esteja) se comparar ou querer ostentar o que já conquistou pelos motivos errados.
Quando você entende que a principal batalha e competição é contra você mesmo, e buscar sempre ser o melhor para você, para se sentir orgulho da sua trajetória e em relação ao que conquistou de forma honesta e com muito esforço, aí sim provavelmente você estará tão realizado e feliz que não sentirá a necessidade de mostrar isso para ninguém. Quando isso acontece significa que o jogou mudou e que agora você está no comando da sua vida e vai conseguir identificar e eleger com clareza suas prioridades e vaidades.
E o primeiro passo para conquistar essa virada é acreditar no seu próprio potencial genuinamente. Não acreditar em si e ficar preso na mesmice é um dos piores erros que uma pessoa pode cometer. Se acomodar, não expandir seus horizontes e não se ver além. As melhores ideias vêm de onde uma necessidade surge, então esteja atento às necessidades. Aquela pergunta que muitas empresas fazem na hora da entrevista pode até ser clichê, mas vale a reflexão: onde você quer estar daqui a 5 anos? Deseja estar onde está hoje? Ou quer subir e se ver como a melhor versão de você mesmo? Saia da sua zona de conforto, desperte para os novos momentos, não deixe para se arrepender daqui a 5 anos. E lembre-se, você comanda o jogo e não precisa da aprovação de ninguém.

Enquete

Imagine a possibilidade de criar vídeos realistas com ferramentas de inteligência artificial, como o Sora. Você teria interesse em utilizar uma ferramenta como essa no futuro?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão