Thumbnail

João Kepler

João Kepler é empreendedor que investe desde 2008. Premiado como melhor Investidor Anjo do Brasil pelo Startup Awards. É diretor na FIESP e na ASSESPRO; conselheiro na ACE, ANPROTEC e ACSP; apresentador do Reality Show [O ANJO Investidor]. Autor de vários livros e conselheiro da Gazeta do Povo.

Liderança

Como estimular o melhor da sua equipe

01/10/2020 14:01
A solidão do líder muitas vezes é provocada por ele mesmo. Se não criar um ambiente colaborativo, compartilhar e interagir, não vai ter apoio das pessoas de forma espontânea. Por isso é tão importante valorizar e colaborar com seu time.
Manter-se
próximo de um time exige muito mais de um líder do que estar presente e distribuir
comandos. Liderar é uma arte que precisa, assim como todas, do aperfeiçoamento
de técnicas e o desenvolvimento de métodos e práticas que são capazes de
proporcionar os resultados almejados pelos líderes que idealizaram as
estratégias que serão adotadas por sua equipe.
O papel
de um líder tem muito mais a ver com a sua postura e ações, em detrimento das
suas falas ou incoerência. Só assim é possível identificar e estimular o melhor
que cada componente da equipe tem a oferecer. Para construir uma relação que
tenha como base a confiança e o respeito mútuo, é preciso se valer da
sinceridade – mesmo em momentos de crises ou ruins para empresa.
Neste
contexto, para que essa relação seja estabelecida e para que os empreendedores
e/ou líderes possam estimular suas equipes, algumas dicas são válidas:
  • A motivação ajuda a desenvolver um ambiente agradável e um clima favorável entre os colaboradores, além de ajudar a criar e aproveitar oportunidades e treinar a equipe.
  • As pessoas não são números de registros ou estatísticas da empresa, gestores de sucesso aprendem a lidar com as pessoas e a entendê-las e respeitá-las. Ainda mais no universo das vendas, é preciso gostar de gente antes de números e metas.
  • A confiança precisa ser mútua, lembra? Isso significa que o bom líder aprende a delegar e a se sentir seguro quanto a isso, já foi o tempo em que tentar fazer tudo ou omitir informações eram práticas aceitáveis dos gestores.
  • As críticas sempre vão existir, mas para manter a equipe de vendas constantemente estimulada passa, e muito, por um feedback constante e eficiente. Não apenas críticas ou apontamentos em momentos de erros, por exemplo.
  • As estratégias são formuladas, mas não definitivas. Nunca é tarde para perceber que cometeu algum equívoco ou que precisa voltar atrás em um ponto.
  • As metas precisam ser condizentes com a realidade da empresa e o que você oferece de suporte para que elas se concretizem. Não adianta absolutamente nada projetar expectativas inalcançáveis, só vai frustrar os dois lados e desgastar a relação.
  • As métricas são fundamentais para te ajudar a mensurar o que realmente está funcionando ou não. Por isso, recorra a sistemas, crie rotinas e esteja atento aos resultados. São eles que vão te mostrar para onde ir e como orientar sua equipe em relação aos próximos passos.
  • A paixão precisa se manter acesa! Um líder sem paixão torna-se um “empurrador de tarefas” e, se for organizado, um burocrata que mantém as coisas nos eixos, mas não gera novos desafios.

Enquete

A inteligência artificial está transformando rapidamente aspectos da sociedade. Como você percebe o impacto da IA em nossas vidas?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão