Thumbnail

Resiliência é a capacidade de se adaptar às mudanças negativas que ocorrem.

Julio Cezar Agostini

Julio Cezar Agostini

Júlio Cezar Agostini é Coordenador Nacional do Polo de Lideranças do Sistema Sebrae. Compartilha seu conhecimento pelo perfil no Instagram e também pelo canal no YouTube.

Liderança e Resiliência

Resiliência faz um bom líder: 7 dicas para desenvolver a habilidade

19/01/2023 19:14
Você já imaginou estar no lugar de uma figura com tamanho desafio com Volodymyr Zelenski, presidente da Ucrânia. O país sendo atacado por um gigante bélico que é a Rússia, milhares de vidas em jogo, e ao mesmo tempo com a responsabilidade de manter a integridade do futuro do país em meio ao caos.
Também se coloque no lugar de um dos milhares de empresários que tiveram que demitir grande parte de sua equipe de trabalho em função da crise gerada pelo Covid-19, pagando as contas em atraso, assumindo prejuízos mês a mês durante dois anos até a economia voltar à normalidade.
Esses são apenas dois exemplos, extremamente distintos, de milhares de casos que acontecem dia a dia e que exigem do líder um elemento essencial para sua sobrevivência e evolução: a resiliência.
Resiliência á a capacidade de se adaptar com mudanças negativas que ocorrem. Adversidades não discriminam pessoas. Todos em algum momento passam por tempos difíceis. Uma doença, um acidente, a perda do emprego, a perda de clientes, a falência da empresa, a perda de um familiar. Tudo isso faz parte de uma lista enorme de circunstâncias que podem abalar uma pessoa. Eu mesmo tive a experiencia de passar pelo diagnóstico de um tumor maligno que teve que ser tratado durante a pandemia, uma situação difícil, mas que está caminhando para um final saudável.
É exatamente a capacidade de se recuperar das adversidades que deve ser desenvolvida pelas lideranças, pois em momentos difíceis o verdadeiro líder precisa aparecer.
A resiliência é como um músculo e pode ser desenvolvida. Mas como fazer isso? Compartilho hoje sete dicas de como fazer esse desenvolvimento acontecer:
  1. Mantenha uma visão realista e também otimista da situação;
  2. Na crise sempre existem oportunidades. Saiba identificá-las para focar sua atenção naquilo que é bom e nas atividades que podem ser influenciadas e desenvolvidas diretamente por você;
  3. Tenha disposição para aprendizados, mudanças e adaptações;
  4. Tenha senso de propósito;
  5. Busque ser curioso e flexível;
  6. Seja proativo e tenha inciativa;
  7. Gere quick wins (vitórias rápidas). Quick wins geram a confiança necessária para que uma trajetória de êxito seja retomada; 
Victor Frankel, neoropsiquiatra austríaco que sobreviveu aos campos de concentração nazistas na segunda guerra mundial, comenta que independente das circunstâncias - crises, guerras, problemas econômicos - a resposta está sempre na decisão do indivíduo que assume a própria responsabilidade pelo seu destino.
Desenvolver a resiliência e capacidades associadas darão ao líder maior potência para agir quando as dificuldades e crises aparecerem, isso fará a diferença na forma de liderar um grupo que precisa superar desafios. Como diz Aly Raisman, medalha de ouro em competições de ginástica, "são os dias difíceis que nos fazem mais fortes".

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão