Thumbnail

Imagem realista gerada por ferramenta de IA. Crédito: Reprodução

Cris Alessi

Cris Alessi

Cris Alessi é consultora de inovação e transformação digital, conselheira, palestrante, investidora-anjo e autora do livro "Gestão de Startups: desafios e oportunidades”.

Inteligência artificial e marketing político

04/03/2024 15:04
Está difícil falar de outro assunto: a Inteligência Artificial já é, e continuará sendo, o tema do ano. Achei importante falar no artigo de hoje sobre a recém publicada resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que trata do uso de IA nas eleições de 2024. E, falando em marketing, uma das maiores revoluções que a IA trouxe foi a capacidade de personalização em escala.
A norma autoriza o uso de IA em peças de campanhas, contendo imagens e sons feitos com tecnologias de inteligência artificial, desde que tenha o aviso explícito de que houve essa utilização. Todos estamos vivenciando o avanço da IA em todas as áreas, o quanto a Inteligência Artificial generativa democratizou o mundo da programação para o cidadão comum. Já abordei em artigos aqui o potencial da IA Generativa.
O marketing e comunicação sempre se preocuparam com segmentação, mas a tecnologia tem tornado possível a ultra segmentação pela velocidade e capacidade de produzir e entregar conteúdo personalizado em escala a partir da automação de tarefas de marketing. Chatbots, são bons exemplos. Ao entrar em contato com seu banco ou seu plano de saúde, provavelmente você inicia a conversa com a máquina e, só se precisar, fala com um humano. Elas estão disponíveis 24/7 para responder perguntas e fornecer assistência, economizando tempo e recursos.
No dia a dia, a IA generativa desempenha papel fundamental no processo criativo de agências de publicidade que têm a visão digital. Bastou digitar o texto: “foto real de uma pessoa sentada no banco de uma praça, ao fundo árvores, um lago e pássaros” em um software, que em segundos as imagens acima foram geradas.

Marketing e eleições

É tão importante que avancemos também na regulamentação do uso de IA em todas as áreas, inclusive nas eleições. Ao mesmo tempo em que a IA abre infinitas possibilidades e desenvolve o mercado, pode causar prejuízos e problemas se não forem utilizadas com ética e transparência.
Por isso, o TSE incluiu nas regras a exigência de explicitar que houve o uso da inteligência artificial em imagens, vídeos, áudios ou qualquer peça criada com apoio dessa tecnologia. E, principalmente, para tentar conter a disseminação de notícias falsas. As Fake News são um problema mundial e uma ameaça para a sociedade.
Na regulamentação proposta, o TSE proíbe terminantemente o uso de Deepfakes. Deepfake usa Inteligência Artificial e cria imagens, vídeos e áudios totalmente realistas. Por exemplo, a partir dela se pode trocar o rosto de pessoas, sincronizar movimentos labiais, expressões e demais detalhes com resultados impressionantes e bem convincentes. Imagine isso sendo usado para promover a desinformação e macular reputações?
Uma das normas indica que é proibido utilizar conteúdo fabricado ou manipulado para difundir fatos inverídicos ou descontextualizados que possam prejudicar o equilíbrio do pleito ou a integridade do processo eleitoral. E coloca as plataformas de compartilhamento como facebook, instagram e whastsapp como co-responsáveis pela difusão do conteúdo falso.
Se será possível evitar e punir o mal uso da Inteligência Artificial durante as eleições, não se pode afirmar. Pessoalmente acho que será muito difícil. Mas indicar claramente o que não pode é um bom começo.
No final, fica a importância de todos conhecermos as possibilidades que a IA têm, entender o que se pode fazer com ela para que, possamos ter senso crítico e capacidade de avaliar além do que os olhos vêem.
A inteligência artificial não é a vilã da história, é a forma e o objetivo para qual ela será usada que deve ser questionada sempre. A tecnologia é uma ferramenta e deve ser usada com ética, transparência e responsabilidade.

E vem aí o GazzSummit

O GazzSummit Agro & Foodtechs é uma iniciativa pioneira do GazzConecta para debater o cenário de inovação em dois setores de grande relevância para o país. O evento será realizado nos dias 8 e 9 de maio de 2024 com o propósito de conectar e promover conhecimento para geração de novos negócios, discussão de problemas e desafios, além de propor soluções para o setor.
O GazzSummit promove a disseminação de tecnologias e práticas de inovação que possam levar a cadeira produtiva ainda mais longe. Uma super estrutura espera os participantes, que poderão conferir mais de 30 palestrantes e mais de 300 empresas. O evento vai reunir players importantes do ecossistema como grandes empresas, cooperativas, produtores, entidades públicas, startups e inovadores. Garanta já a sua inscrição no site.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão