Thumbnail

Ter um bom planejamento, ideia de custos para a operação e uma excelente estratégia são pontos fundamentais para a busca de investimento para as startups.

Denis Ferrari*

Estratégias e Investimentos

Startups: saiba como escolher os investidores certo para a sua

17/02/2023 20:10
As startups brasileiras atravessam um período de instabilidade com a queda dos investimentos em 2022. Segundo levantamento realizado pela Distrito, plataforma de inovação aberta, os aportes realizados no ano passado, somaram apenas 4,46 bilhões de dólares, menos da metade do volume investido em 2021, que movimentou cerca de 9,8 bilhões de dólares.
Por mais que o mercado financeiro tenha diminuído consideravelmente o volume de dinheiro investido, o momento da escolha de um investidor também precisa ser avaliado com cautela. Isso porque se ela for feita de maneira errada, pode significar o fracasso da sua startup. Antes de qualquer coisa, é preciso considerar se esse é o momento certo para conseguir investimento, pois se for muito cedo, você queima uma ponte e, se for tarde demais, há possibilidade de não fazer sentido para startup.
Por isso, é preciso saber o seu valuation, pois isso lhe ajudará a ter um panorama do momento atual da startup e, assim, poderá pautar essa sua decisão. Além disso, ter um bom planejamento, ideia de custos para a operação e uma excelente estratégia lhe ajudarão nessa busca.
De posse dessas informações, é chegada a hora de procurar um investidor e, para escolher a pessoa certa para o seu projeto, é preciso se atentar a alguns pontos. O primeiro passo é escolher aquele que vai atrelar know-how e networking ao seu negócio. Isso porque ele fará parte do projeto. Então, precisa agregar conhecimento e estratégia para o seu desenvolvimento - e não apenas investir dinheiro.
O segundo ponto é ter referências sobre ele. É importante que você entenda que o investidor escolhido vai acelerar os processos internos, oferecendo a sua experiência crítica para o melhor desenvolvimento do projeto. Caso ele seja iniciante, certifique-se de que haverá uma consultoria por trás das decisões e opiniões, para auxiliá-lo na tomada de decisão sem se comprometer com seus próprios interesses.
A terceira etapa, por mais subjetiva que pareça, é identificar se ele também poderá ser o seu mentor. Em momentos de decisão ou de conflitos, a sua admiração poderá contribuir para a resolução dos problemas e desafios. Por fim, se a sua resposta for positiva para todas as questões apontadas, certamente terá encontrado o investidor ideal para sua empresa.
A partir disso, é preciso fazer com que essa relação seja duradoura e funcional. Portanto, invista na transparência para ter sucesso e informe as principais novidades para que todos os envolvidos tenham consciência do ritmo das ações, sejam boas ou ruins. Outro ponto fundamental para o desenvolvimento dessa relação é inserir os investidores nas principais decisões, para que ele possa auxiliá-los em todas as etapas.
Por fim, concluo que, ao ter cuidado com todos os pontos destacados, e mantendo um relacionamento saudável, você deixará as portas abertas para o desenvolvimento de outros negócios. Tenha cautela e seja transparente!
*Denis Ferrari é CEO da Azys, primeira aceleradora de inovação independente do Brasil e possui canal de vídeos noYoutube sobre inovação, empreendedorismo, startup.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão