Thumbnail

O que antes era visto como algo não mensurável e secundário, hoje se tornou indispensável para a estratégia de vendas de algumas marcas.

GazzConecta e Motim

Relações Públicas e Negócios

A estratégia das marcas da tecnologia para gerar mais negócios

02/12/2022 14:02
Pautar a imprensa com soluções interessantes e gerar reputação positiva para marcas. Assim, as estratégias de PR - inglês para relações públicas - estão cada vez mais entrando no radar de empresas de tecnologia e inovação. O que antes era visto como algo não mensurável e secundário, hoje se tornou indispensável para a estratégia de vendas de algumas marcas.
Um bom exemplo deste atual cenário é o caso da startup La Decora, que usa tecnologia inédita para oferecer projetos de decoração 100% online. Depois de levar dados e histórias interessantes à imprensa, a marca aumentou, em um mês, mais de 400% suas vendas. Cenário parecido vive a Blaze Information Security, empresa especializada em segurança da informação que conseguiu aumentar seus contratos B2B depois de uma reputação gerada a longo prazo na imprensa.
Mas, em que momento ocorreu essa virada de chave? De acordo com Silas Colombo, fundador e CCO da MOTIM, empresa responsável pelas estratégias de PR das marcas acima, o segredo está no entendimento da estratégia de cada marca de maneira personalizada. “Muitas empresas e agências de PR falham ao querer usar a mesma estratégia para muitas marcas. Com estratégias personalizadas, é possível criar uma narrativa que leve o quanto a marca está sendo relevante para o mercado, o que gera interesse tanto na imprensa quanto no mercado”, aponta.
Para Colombo, o melhor caminho na construção da narrativa é, justamente, o ambiente midiático, já que ele traz a credibilidade dos veículos de comunicação, com os quais os consumidores já estão habituados a receber dicas e perceber as atuais tendências. “Essas plataformas ajudam na jornada de aceitação do cliente, tornando produtos e serviços mais palpáveis e úteis para o seu dia a dia”, pontua. “Se a estratégia de vendas estiver alinhada ao propósito de valor da solução, demonstrando como desafios atuais podem ser superados, é possível que a marca produza ferramentas para a geração de leads, como ocorreu nestes dois casos”, reforça.
O sócio e diretor de Tecnologia e Estatística da La Decora, Guilherme Hathy, destaca que a estratégia de PR junto à MOTIM fez o nome da companhia e os seus serviços se validarem ao aparecerem em mídias relevantes, especialmente por serem relativamente novos no setor em que estão inseridos. “Logo após a veiculação de uma das matérias, houve um aumento de 412,5% em vendas se comparado com o mês anterior”, ressalta.
A startup também registrou um crescimento de 330% no número de cadastros no seu aplicativo. “É importante lembrar que o nosso foco é White label e B2B, então foi um ótimo resultado vindo de um único material. Nesse último segmento, por exemplo, a nossa presença na imprensa acabou sendo um gatilho para outras empresas buscarem fazer negócios conosco e reforçarem que estão à procura de inovação”, explica o executivo. “Todos os últimos clientes que tivemos afirmaram que chegaram até nós com base nesse conteúdo. Portanto, as pessoas já estabelecem um primeiro contato sabendo quem somos”, complementa Gabriela Accorsi, COO e cofundadora da startup.
Julio Cesar Fort, sócio e diretor de Serviços Profissionais da Blaze Information Security, relata essa mesma situação na empresa de cibersegurança. “Algumas organizações já nos disseram explicitamente que não sabiam quem éramos até então, mas que nos conheceram por meio de publicações em veículos de comunicação voltados a TI e negócios”, afirma o executivo.
Segundo Fort, o PR é um meio relevante para estabelecer confiança nos consumidores e auxiliar na promoção dos especialistas da empresa como autoridades no assunto. “Tudo isso é fundamental para aumentar o número de leads, não à toa, percebemos um crescimento significativo deles nos últimos meses”, afirma. “Com esse trabalho de divulgação, percebemos que no período de uma ou duas semanas em que há uma publicação em um veículo importante, recebíamos mais desses potenciais clientes”, finaliza.

Enquete

As ferramentas de IA estão se tornando cada vez mais populares e acessíveis, com diversas opções disponíveis para diferentes necessidades. Qual delas você mais utiliza?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão