Thumbnail

O mercado de pagamentos transfronteiriços é imenso e continua a se expandir rapidamente.

Fernanda Zago*

Comércio transfronteiriço

Empresas internacionais de comércio eletrônico estão de olho no Brasil, o maior mercado consumidor da América Latina

05/07/2023 19:54
O cenário de pagamentos nacionais e transfronteiriços testemunhou um crescimento notável nos últimos anos. A natureza global dos negócios, a ascensão do comércio eletrônico internacional e das empresas provedoras de soluções com base tecnológica, como streaming, aluguel de imóveis, transferências monetárias entre pessoas, juntamente com tantos serviços e produtos diferentes oferecidos do exterior para o Brasil alimentaram a demanda por soluções de pagamento eficientes e confiáveis que podem facilitar transações internacionais de forma transparente.
O mercado de pagamentos transfronteiriços é imenso e continua a se expandir rapidamente. De acordo com uma pesquisa recente realizada pela BCC, o mercado de pagamentos transfronteiriços deverá crescer de USD 176,5 bilhões em 2021 para USD 238,8 bilhões, em 2027.

Competição

O ambiente de pagamentos é altamente competitivo, com vários participantes se esforçando para capturar as imensas oportunidades oferecidas pelos comércios mundiais que vendem para o Brasil. Os principais concorrentes incluem instituições financeiras estabelecidas, fintechs, instituições de pagamentos e até mesmo gigantes da tecnologia já presentes no Brasil ou em expansão no setor de pagamentos para a América Latina.
Antes, oferecer uma boa abrangência mundial era o principal ponto forte no processador de pagamentos transfronteiriço, agora impera a excelência em serviços e produtos. A tendência foi determinada pelas próprias empresas consumidoras do serviço de pagamentos que, antes, estavam satisfeitas com um serviço que resolveria a dor de processar localmente no maior número de países possível. Agora, as mesmas empresas consumidoras estão pressionando por especialização, produtos melhores, taxas de conversão aprimoradas e preços mais baixos.
Atualmente, a inovação é a força motriz por trás do sucesso. A importância de se manter à frente, adotando tecnologias emergentes e melhorando continuamente os serviços é crucial.

Tendências

Uma tendência observada recentemente por empresas de grande porte é a de conectar-se diretamente a empresas de pagamento especializadas no mercado local para ter sucesso em novos critérios. O processamento de pagamentos por si só não é mais suficiente. As empresas precisam que os processadores analisem dados, identifiquem padrões e otimizem serviços, oferecendo um processamento de pagamentos com base em análises completas. Isso permite soluções personalizadas, adaptadas às necessidades exclusivas dos clientes, aprimorando ainda mais sua experiência.
A adoção de tecnologias de ponta, como blockchains/moedas estáveis, inteligência artificial (IA), aprendizado de máquina, novas formas de movimentar dinheiro ao redor do mundo mais rapidamente e melhores preços separarão o bom e o melhor entre os processadores de pagamento B2B. A eliminação de intermediários e contratos inteligentes também garantirá que os pagamentos internacionais sejam executados sem problemas, reduzindo o custo associado aos métodos tradicionais.

A colaboração

Atualmente, a colaboração desempenha um papel crucial na indústria de pagamentos internacionais B2B. Aqueles que ainda não perceberam que permitir que os diversos participantes do setor trabalhem juntos para enfrentar os desafios e complexidades associados às transações internacionais é a única maneira de avançar e continuar fazendo parte do ambiente altamente competitivo, em breve serão eliminados do jogo.
Ela impulsiona a inovação, aumenta a eficiência operacional e promove experiências de pagamento seguras e contínuas para empresas envolvidas em transações internacionais. Trabalhando juntos, as partes interessadas podem abordar as complexidades dos pagamentos internacionais e impulsionar o setor.
Estar à frente neste mercado, atrair investidores e profissionais qualificados, manter a cultura empresarial que se preocupa com o meio ambiente, além de competir com margens reduzidas, é o maior desafio para as empresas de pagamentos B2B cross-border.

O mercado brasileiro

O Brasil implementou melhorias na regulamentação de pagamentos transfronteiriços no último dia 30 de dezembro. A complexidade do mercado local, incluindo câmbio, infraestrutura de pagamento local e requisitos regulatórios, pode afetar a eficiência e o custo-benefício dos pagamentos internacionais.
Entender as preferências locais de pagamento é vital ao considerar o modelo brasileiro para pagamentos internacionais. O Brasil tem suas peculiaridades regulatórias e tributárias, assim como o PIX, que é um sistema de pagamento instantâneo amplamente adotado no mercado interno, porém praticamente único quando comparado com outros mercados.
Contar com especialistas locais e processadores especializados ajuda a quebrar barreiras e ganhar tempo para quem busca vender para o mercado brasileiro, o maior mercado consumidor da América Latina.
*Fernanda Zago, CEO da fintech curitibana WEpayments, especializada em pagamentos instantâneos e cross-border de altos volumes.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão