Thumbnail

Como formatar e transformar o meu negócio em uma rede de franquias

Rafael Mendes*

Modelo de franquia

Como formatar e transformar o meu negócio em uma rede de franquias

20/09/2022 21:13
Atualmente, é comum o empreendedor estar em busca de franquias, inclusive a mídia também fala muito sobre este assunto. Para começar, é importante pensar o que leva esse empreendedor a buscar esse tipo de negócio. O primeiro ponto que geralmente se considera é a questão financeira, ou seja, o empreendedor que olha para uma franquia como uma forma de alavancar seu negócio mais rápido. Nesse sentido, apesar de haver um investimento inicial, o dono desse negócio não se sente tão solitário para começar, uma vez que ele recebe suporte nesse início. A partir desse começo e da organização financeira, o empreendedor passa a entender o que ele vai receber e quais os passos precisarão ser dados para o sucesso de sua franquia.
Obviamente, empreender envolve riscos, mas diante do sucesso, um bom negócio é um grande gerador de lucro para ele. No mundo das franquias, quem se arrisca também considera que no modelo escolhido, os testes necessários já foram feitos, ou seja, uma parte do caminho já foi percorrido. Portanto, ainda que haja riscos, a opção por adquirir uma franquia é mais seguro do que começar um negócio do zero, sem muitos dos parâmetros importantes que podem levá-lo a fracassar.
Ainda olhando pela perspectiva de quem busca investir em uma franquia e considerando a característica empreendedora dos brasileiros, podemos dizer que, dentro do “ecossistema” dos modelos de franquias existentes, o melhor segmento para investir precisa ser aquele que faz sentido para os objetivos do empreendedor e de acordo com os seus conhecimentos dentro desse segmento. Para além disso, é também importante considerar o nível de esforço que será exigido para fazer a operação do seu negócio rodar, isto é, quais as metas determinadas tanto pelo franqueador quanto pelo empreendedor, se elas estão ao alcance dele para serem concretizadas e haverá o devido comprometimento para a sua realização.
Colocando na balança os pontos positivos e negativos de investir em uma franquia, é possível destacar alguns mais importantes. O primeiro ponto positivo seria a possibilidade de considerar, de acordo com o modelo de negócio escolhido, com mais segurança, qual esforço será necessário investir, como já foi dito. Um segundo ponto positivo, também já citado, é o fato de esse modelo já ter sido testado anteriormente por pelo menos 2 ou 3 anos. Outro ponto positivo é a questão dos processos. Afinal, o desenvolvimento de processos é algo que leva tempo e na franquia eles já foram mapeados. Isso inclui um treinamento bem construído que ajudará a colocá-los em prática de maneira muito mais rápida e eficiente. Inclusive é para isso que serve a taxa do franqueado, para oferecer o treinamento que o franqueado precisa para iniciar as atividades sabendo os passos que precisam ser dados e monitorar como esses passos estão sendo realizados, visando o sucesso do negócio.
Falando agora de pontos negativos, deve-se considerar os seguintes. É essencial entender e absorver todas as regras determinadas pela franqueadora, o que pode ser difícil dependendo do perfil do franqueado. Outro ponto negativo é se o franqueado não se atentar às projeções financeiras da rede franqueadora. É preciso, portanto, ficar atento a elas e considerar se a região de atuação do seu negócio permitirá o cumprimento dessas projeções. Juntamente a isso vem um terceiro ponto que é o regionalismo, ou seja, é preciso saber a região de atuação da franquia escolhida e as características dela para cruzar essas informações com as projeções citadas. Se isso não for avaliado, corre-se o risco de insucesso do negócio por falta de análise de mercado diante das exigências de resultados do franqueador.
Tendo entendido o que deve ser considerado para iniciar um negócio como franqueado, vamos para uma segunda parte relativa a esse tema, que diz respeito à expansão de um negócio por meio de franquias. E então a pergunta que fica é se franquear um negócio vale a pena. A resposta para essa pergunta é SIM.

A 7 vantagens da escolha por expandir seu negócio por meio de franquias

    Considere que todo negócio pode ser formatado para se tornar uma rede de franquias. No entanto, para isso, é preciso saber por onde começar essa formatação. Primeiro, é importante considerar se o seu histórico e o conhecimento adquirido oferecem as condições necessárias para franquear. Depois, pense no potencial de mercado da sua marca, ou seja, qual a demanda do mercado, quais clientes podem ser alcançados por meio das franquias. Um terceiro ponto é a viabilidade financeira, isto é, se há margem para que um franqueado invista no seu negócio e você possa cobrar royalties dele. O último ponto é o conhecimento organizado e analisado do seu negócio.
    Para concluir, se você acredita que pode expandir seu negócio por meio de franquias, procure, antes de tudo, conhecer como ele está hoje, se há condições reais de expansão dessa maneira, ou se ajustes precisam ser feitos.
    *Rafael Mendes é CEO da RP Trader.

    Enquete

    Imagine a possibilidade de criar vídeos realistas com ferramentas de inteligência artificial, como o Sora. Você teria interesse em utilizar uma ferramenta como essa no futuro?

    Newsletter

    Receba todas as melhores matérias em primeira mão