Gustavo Arns*

Psicologia positiva

Otimismo: que tal mudarmos a forma de encarar o mundo?

20/07/2023 14:43
O otimismo é a nossa disposição em avaliar o futuro de maneira positiva. Essa definição do Martin Seligman, um dos pais da psicologia positiva, nos traz a possibilidade de ver o otimismo como algo que pode ser praticado.
“O otimismo é uma faceta da personalidade e um estilo cognitivo voltado à forma como uma pessoa processa informações quanto ao futuro. O otimismo modela o comportamento e motivação quando se trata de atingir resultados e resolver problemas.”
Muito mais do que uma sensação de felicidade o otimismo está ligado à nossa autoestima, que é a forma como nos vemos e a nossa confiança em nós mesmos.
Quando eu sou capaz de enxergar um futuro positivo, naturalmente nasce dentro de mim uma motivação que é intrínseca, pois, se sou capaz de enxergar um cenário futuro positivo, eu me coloco para alcançá-lo.
Essa motivação me torna mais resiliente. Quer dizer, quando uma adversidade surgir, eu encontro forças para superá-la. E também mais criativo, isto é, sou capaz de enxergar novas soluções para os problemas que surgem.
A esperança está muito ligada ao otimismo. Esperança, como diz o professor Mário Sergio Cortella, vem do verbo esperançar, que é ativo, e não do esperar, passivo. Na definição da psicologia positiva, a esperança é esperançar pelo melhor e trabalhar para que esse melhor aconteça. Ela é, também, muito ligada ao entusiasmo, que é abordar a vida com animação e energia.
Estudos publicados no Jornal Americano de Epidemiologia, em janeiro de 2017, ressaltam que pessoas mais otimistas adoecem menos e têm menores riscos de contrair doenças cardíacas - e até câncer.
Outros estudos da psicologia positiva realizados com atletas e empresários demonstram que o otimismo pode nos levar a obter melhores resultados O otimismo também se relaciona com menores índices de depressão e ansiedade e maior bem-estar e satisfação com a vida.
Para sairmos do pessimismo para o positivo, segundo a terapia cognitiva, é preciso uma mudança do estilo explicativo, ou seja, de fato mudarmos a forma como vemos as coisas. Nossas convicções negativas muitas vezes não passam de distorções da realidade.

Mudar o nosso olhar para mudarmos o mundo

Roberto Crema nos lembra sempre que, ao mudarmos o nosso olhar, mudamos o mundo. Algumas dicas:
  • O ponto mais importante é observarmos nossos pensamentos. Constantemente, somos afligidos pelas perguntas “será que vou dar conta?”, “será que vai dar tempo?” E elas não contribuem para uma percepção positiva.
  • Ao sermos tomados por pensamentos negativos, devemos abertamente questionar essas crenças para tornarmos cada vez mais conscientes e adquirir cada vez mais controle sobre nossas vidas.
  • Diminua a autocobrança sobre si mesmo e sobre os resultados que você espera das suas ações
  • Trabalhe com as suas expectativas, compreendendo se elas são realmente possíveis.
  • Pratique o olhar positivo que é justamente a capacidade de buscar ver o melhor em cada situação.
  • Exercite a gratidão, apreciando tudo aquilo que você já possui e conquistou em sua vida.
  • Existe uma armadilha que requer cuidado, o excesso de otimismo pode nos cegar para os perigos em determinada situação e, calculando mal a gravidade de um cenário, posso me colocar em perigo.
Por fim, é importante lembrar que passar por altos e baixos é parte natural da vida. Em dias nos sentimos mais otimistas e confiantes e em outros, menos. É preciso sempre lembrar de nos darmos permissão para sermos humanos e acolhermos todos os sentimentos e emoções como partes naturais da vida.
O exercício é sempre na reflexão: onde devo colocar meu foco e minha atenção? E como posso lidar com o que está acontecendo? Buscando sempre um espaço de maior consciência.
Essa e outras temáticas da Ciência da Felicidade serão debatidas na Confraria de Executivos do Instituto Connect, que promove discussões relevantes sobre Inovação, Pessoas, Carreiras, Conselho e trazendo ao centro da agenda essa pauta tão relevante para instigar os líderes a como fomentar ambientes felizes, produtivos e inspiradores. Se essa é uma temática que lhe atrai, se inscreva no site. Algumas oportunidades são destinadas a convidados e, como o evento é online, possibilita disseminar esse conceito e fortalecer ainda mais essa cultura.
A Confraria de Executivos, promovida pelo Instituto Connect, é um espaço para conexão de executivos de vários segmentos, estados e países. Trata-se de uma comunidade de aprendizagens, conexões e experience como board advisor, peer coaching etc. Para ingressar ou estar por dentro dos próximos encontros, acesse o site.
*Gustavo Arns (@gustavo_arns) é idealizador do Congresso Internacional de Felicidade. Cofundador do Centro de Estudos de Felicidade com sedes no Brasil, Canadá e Argentina e presidente da Escola Brasileira de Ciências Holísticas.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão