Thumbnail

Camila Farani

Valuation

8 passos para calcular quanto vale sua startup em estágio inicial

18/10/2020 11:00
Para os empreendedores de primeira viagem, um dos passos primordiais depois de colocar a operação em funcionamento é estudar e compreender como funciona o cálculo do ‘valuation’. Em linhas gerais, ele pode ser definido como o quanto vale sua empresa ou, ainda, qual o potencial de lucro o seu negócio oferece.
É um desafio que, mais cedo ou mais tarde, o empreendedor deseja se deparar. Já de antemão, sinalizo que o valuation transcende qualquer matemática simples, já que compreende uma combinação de diferentes elementos e está ligado à captação de investimentos, talvez um dos principais desafios de um empreendedor em early stage (estado inicial).
Sócio-fundador do fundo de investimentos SeedCamp, Carlos Eduardo Espinal comenta em artigo que o maior determinante do valor de uma startup é o potencial da indústria em que ela atua, que incluem o equilíbrio entre oferta e procura dentro do segmento de atuação da empresa, se houve exits (saídas) recentes e quais os portes das vendas, além da disposição pessoal do investidor para fechar o negócio e o tamanho da necessidade e da urgência deste empreendedor em contar com esse dinheiro.
Sobre o mesmo tema, o empreendedor Bernardo Arnaud, que escreve para a EU-Startups.com, revista online líder na cobertura do segmento de startups na Europa, comenta que é importante observar que a valorização dos empreendimentos em startups costumam mudar com elementos como competição entre startups similares e também com períodos de recessão econômica. O primeiro caso, a abundância de capital, aumenta as avaliações positivas e o segundo caso, como um cenário de recessão, reduz a disposição dos investidores em assinar cheques.
Conforme explica a Investopedia — portal norte-americano que desde 1999 se propõe a descomplicar o mercado de investimentos, para startups com pouca ou nenhuma receita (ou lucro) e futuro incerto, se faz especialmente desafiadora a tarefa de atribuir um valor de mercado, enquanto empresas maduras de capital aberto podem se valer de índices concretos como o EBITDA (em português, lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização).
Para aquelas startups em early stage que ainda não dão nem mesmo lucro, pode ser ainda mais complexo determinar o valuation, sendo necessário recorrer a uma métrica chamada ‘fluxo de caixa descontado’, que envolve a previsão de quanto fluxo de caixa a empresa produzirá no futuro e um cálculo de retorno sobre investimento (ROI) que, por conta do risco de qualquer empresa falir, pode apostar, sofrerá vários descontos na caderneta do investidor.
Em meus investimentos-anjo — e também via G2 Capital — considero alguns destes fatores comuns compartilhados por quase todos os investidores de risco, mas também tenho alguns aprofundamentos e dicas pessoais valiosas na hora de determinar o valuation de uma startup em estágio inicial. Compartilho alguns deles abaixo.
Para finalizar, importante frisar que, durante esse momento de avaliação de seu valor de mercado, o empreendedor deve controlar seu otimismo. Não é recomendável jogar os índices operacionais lá em cima, buscando um valuation superior à realidade do seu negócio.
Investidora especialista em startups de impacto social, Lolita Taub comenta que, quando um negócio aparenta ser bom demais para ser verdade em sua primeira avaliação de valor, provavelmente prejudicará todos os envolvidos nas próximas rodadas de investimento.
E a explicação é simples: agindo desta forma, a grande probabilidade é que, nos próximos rounds, não se consiga alcançar os marcos financeiros aguardados, o que provocará, como consequência direta, a diluição dos acionistas originais. Se isso acontecer, é esperado que estes investidores bloqueiem o novo financiamento. E nenhum fundador deseja isso.
Outro problema decorrente de uma avaliação sem contato com o mundo real diz respeito ao momento de fazer as saídas (exits). Se os investidores esperarem valores mais altos que os possíveis, fatalmente impedirão a venda da empresa ao se depararem com números inferiores.

Enquete

A inteligência artificial está transformando rapidamente aspectos da sociedade. Como você percebe o impacto da IA em nossas vidas?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão