Thumbnail

De acordo com o ESG Report 2023 do Distrito, startups com foco em ESG receberam 90 rodadas de aportes no ano passado, somando mais de US$ 861,6 milhões.

ESG Report 2023

Startups com foco social receberam o maior volume de aportes do mercado em 2022, segundo o Distrito

GazzConecta
27/07/2023 18:42
O ESG Report 2023 do Distrito revela que startups com foco em ESG, sigla para Environmental, Social and Governance (Ambiental, Social e Governança em português), foram as que mais receberam aportes em 2022 no Brasil. Segundo o relatório, essas startups atingiram seu pico histórico de investimentos devido ao forte impacto econômico e às consequências da pandemia em muitos setores.
O documento revela que foram realizadas 90 rodadas de aportes em startups ESG no ano passado, somando mais de US$ 861,6 milhões. No entanto, é possível observar um considerável recuo nos investimentos durante o primeiro trimestre de 2023, tanto no número de rodadas quanto no montante de capital investido. O relatório aponta que foram realizadas 10 rodadas de investimentos que totalizaram US$ 155,3 milhões.
"Esse movimento não necessariamente representa uma diminuição no interesse pelo tema, mas sim um ajuste diante do cenário econômico mais difícil, marcado por taxas de juros e inflação elevadas", explica Gustavo Gierun, CEO e cofundador do Distrito.
Ponto importante do ESG Report 2023 é que ele demonstra como a pauta entrou de vez para a agenda de inovação de diversas empresas, tendo em vista a forte demanda que os consumidores têm apresentado em relação ao tema. De acordo com uma pesquisa da Walk the Talk, 94% dos brasileiros esperam que as empresas ajam em relação ao ESG. Além disso, segundo o Pacto Global da ONU, 78,4% das companhias do Brasil já aderiram à agenda ESG.
Segundo o Distrito, as startups são parceiras fundamentais para a implementação de soluções voltadas para essa temática dentro das corporações brasileiras, principalmente para superar as barreiras que impossibilitam a adoção de práticas ESG, como a falta de dados, a ausência de parâmetros e a incerteza dos gestores em relação ao investimento e retorno nessas iniciativas. Com o apoio de startups focadas em ESG, as companhias podem não apenas quantificar seus resultados, mas também implementar ações alinhadas às boas práticas.
"Espera-se que os investimentos em ESG ao redor do mundo continuem crescendo e que os investidores sigam incluindo parâmetros ESG em suas escolhas de investimento. Para acompanhar esse crescimento, as organizações devem buscar parcerias estratégicas e trabalhar cada vez mais de forma colaborativa para utilizar dados e tecnologias emergentes a fim de implementar, mensurar e ampliar iniciativas ESG", conclui Gierun.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão