Thumbnail

Luísa Bonin, co-fundadora da startup Tamo Junto.

Premiação internacional

Startup curitibana ganha prêmio do MIT por projeto de empreendedorismo inclusivo

Mariana Ceccon, especial para o GazzConecta
15/10/2020 23:05
Única startup brasileira selecionada para concorrer ao prêmio internacional Solve Global Challenges, promovido pelo Massachusetts Institute of Technology  (MIT), a empresa TamoJunto.org.br venceu a categoria Empreendedorismo Inclusivo e Trabalho Digno no último dia 29. Além de mentorias e apoio jurídico da universidade de tecnologia norte-americana para expansão do projeto, a startup também leva US$ 10 mil para investir nos negócios.
A Tamo Junto é uma plataforma de capacitação para microempreendedores de baixa renda que oferece conteúdo gratuitos que vão desde informações técnicas como montagem de fluxo de caixa e acesso a crédito até a preparação social e psicológica dos empreendedores com conteúdos motivacionais e soft skills.
Graças a essa característica, além do prêmio principal do MIT, a startup brasileira também recebeu outros três prêmios adicionais na mesma competição, patrocinados pelas empresas GM, Experian e Fundação Calouste Gulbenkian.
A premiação do MIT tem como objetivo encontrar empreendedores sociais e ajudá-los a ter um impacto duradouro e transformador. Esta edição recebeu 2,6 mil soluções inscritas de 135 países diferentes.
Plataforma reúne 224 conteúdos de capacitação para microempreendedores.
Plataforma reúne 224 conteúdos de capacitação para microempreendedores.
De acordo com a co-fundadora do Tamo Junto, Luísa Bonin, uma das vantagens competitivas do projeto foi a linguagem acessível e divertida dos cursos, o que fez o número de usuários da plataforma crescer 150% durante a pandemia de Covid-19 e chegar a 75 mil inscritos.
"Nós entendemos que ninguém nasce empreendedor. Nossa metodologia leva em consideração que empreendedorismo é um conjunto de habilidades que você pode aprender e testar. Neste cenário, não basta apenar oferecer um conteúdo ensinando como abrir o seu cadastro como microempreendedor individual, mas também falar sobre autoconhecimento, confiança e enxergar-se como empresário", explica Bonin. "Isso, somado às métricas precisas que oferecemos como a de uma percepção real de aumento de renda, após a conclusão dos cursos e o modelo de negócios fez o projeto se destacar na competição", conclui.
Com o prêmio adicional da fundação portuguesa Calouste Gulbenkian, o próximo passo da startup é estabelecer parcerias para levar o projeto para a Europa. Na América Latina, os mais de 224 conteúdos oferecidos na plataforma estão sendo traduzidos para espanhol e especialmente selecionados para uma audiência de imigrantes recém-chegados ao Brasil. No futuro, uma das metas da startup é oferecer este conteúdo nos países vizinhos.
Fundada em 2014, a plataforma Tamo Junto é o braço digital da Aliança Empreendedora, uma instituição curitibana que apoia empresas, organizações sociais e governos a desenvolver modelos de negócios inclusivos e projetos de apoio a microempreendedores de baixa renda. Mais de 100 mil empreendedores já receberam suporte da organização desde 2005.

Enquete

A inteligência artificial está transformando rapidamente aspectos da sociedade. Como você percebe o impacto da IA em nossas vidas?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão