Thumbnail

Startup curitibana é a primeira no Brasil a integrar serviços de accountech e fintech a seus clientes.

Soluções tecnológicas

Dois em um: ROIT vira primeira accountech e fintech do Brasil

Stephanie Abdalla, especial para o GazzConecta
17/03/2021 11:30
Conhecida nacionalmente por oferecer soluções tecnológicas para as áreas contábil, fiscal e tributária, a startup curitibana ROIT está ampliando sua atuação para atender também o setor financeiro, especializando-se na automatização de serviços por meio da inteligência artificial (IA) e potencializando a gestão e tomada de decisão de seus clientes.
Desde 2018, quando emergiu como accountech no setor, a startup se propôs a eliminar as tarefas manuais da contabilidade de médias e grandes empresas; uma tarefa, segundo Lucas Ribeiro, CEO da ROIT, “considerada impossível”. A ideia, como ele explica, nunca foi eliminar a necessidade dos escritórios de contabilidade do país mas, sim, ocupar as máquinas de tarefas muito repetitivas para, então, oportunizar tarefas humanas mais específicas.
Atualmente, com mais de 300 empresas clientes e o primeiro objetivo atingido, Ribeiro afirma que a expansão da ROIT seguiu um curso natural para o setor financeiro. “Todas as decisões financeiras são baseadas em informações contáveis e essas nós já traduzimos e facilitamos através da IA. Então, pensamos, por que não automatizar o financeiro a partir da contabilidade?”, diz o CEO.
De acordo com ele, a
grande maioria das empresas só tem o conhecimento de seus números de forma
tardia, aproximadamente um mês depois do momento em que foram gerados. Por
conta disso, tanto o potencial de gestão quanto a tomada de decisões ficam
comprometidos.
“A automatização acelera esse processo e faz com que a gente conheça o dinheiro do cliente e entenda de onde ele vem”, afirma o CEO. “Fundir o serviço de accountech e fintech não apenas é uma alternativa inédita, como representa uma mudança cultural nos setores: gera muito mais eficiência, velocidade, qualidade e reduz custos para as empresas”, completa.

Visualização e compreensão de números

De origem australiana, a metodologia CashFlowStory – assim como o próprio nome sugere – permite que uma empresa faça a análise da história de seu fluxo de caixa, baseando-se na análise dos bancos para compreender a movimentação do dinheiro.
Já utilizada em 93 países, agora, essa metodologia será aplicada pela
primeira vez no Brasil pela ROIT, que terá exclusividade nacional para
utilizá-la por três anos. Segundo Ribeiro, a CashFlowStory auxilia todo o
processo de compreensão de números, que é uma das propostas diferenciais da
startup para seus clientes.
“Nós capacitamos 84 pessoas do nosso time para replicar essa metodologia e apresentar diagnósticos precisos que garantam um retorno mais rápido e assertivo para as empresas”, explica.
Além disso, a fim de se
estabelecer com mais presença no setor financeiro, a ROIT firmou uma parceria
com a Accountfy, companhia paulista de softwares, que recentemente recebeu um
aporte de R$ 33 milhões por desenvolver um sistema que reduz o trabalho
financeiro em até dez vezes. A partir deste ano, esse software será integrado a
todo o ecossistema da ROIT.
“O sistema oferece, com maestria, uma visualização limpa e bem estruturada dos balanços. Fechamos essa parceria porque agora que temos todos esses números acurados em tempo real, precisávamos ser capazes de mostrá-los para nossos clientes. Já começamos a implantação do software e alguns dos nossos clientes já estão integrados”, finaliza.

Enquete

As ferramentas de IA estão se tornando cada vez mais populares e acessíveis, com diversas opções disponíveis para diferentes necessidades. Qual delas você mais utiliza?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão