Thumbnail

Como vender em marketplace: a receita do sucesso para e-commerces

Diego Aguilera

Como vender em marketplace: a receita do sucesso para e-commerce

Papo Raiz*
06/09/2022 19:56
Para muitos empresários, trabalhar também com o ambiente online se tornou essencial para o crescimento de seus negócios, ainda mais após a pandemia da Covid-19, uma vez que os consumidores passaram a buscar mais produtos via internet. Com a competitividade acelerada entre as indústrias, entender como vender em marketplace é um dos métodos mais procurados por esses empreendedores.
Esse universo de digitalização das empresas e as formas de como vender em marketplace ou mesmo investir em e-commerce são realidades bem conhecidas do CEO e fundador da Prioriza WebShop, Diego Aguilera. O empresário foi convidado pelo podcast Papo Raiz para falar sobre o tema e ainda dar algumas dicas para quem já começou ou ainda pensa em adentrar no setor de vendas online.
Antes de entrar na discussão sobre o movimento do mercado nas principais plataformas de vendas e como as indústrias estão se adaptando a isso, Diego Aguilera fez um breve relato sobre sua trajetória profissional, que desde o início teve uma ligação com o comércio dos mais variados produtos. Ele contou que teve a oportunidade de sair do mercado tradicional, em grandes multinacionais, e ir para o mundo das startups.
“Isso tudo aconteceu em 2017, quando eu era gerente nacional de vendas de uma multinacional e, depois de um ciclo longo de 10 anos, decidi ir para o digital, então entrei em uma startup curitibana, que era um universo totalmente diferente e comecei a fazer essa ponte entre o tradicional e o digital”, afirmou. 
Logo que iniciou sua carreira com vendas online, o empresário contou que algo que mais o impressionou foi a ampla possibilidade que esse ambiente pode proporcionar a alguém ou a uma empresa. “Uma das coisas que mais me chocou foi o universo de oportunidades que têm dentro do digital, mas que é preciso manter o foco em algo para não se perder nessas oportunidades”, destacou Aguilera.
Mas a entrada de Diego no mundo do e-commerce não aconteceu por acaso, ele afirmou que a experiência em empresas tradicionais e a bagagem que já tinha como empreendedor foram importantes para que ele se inserisse ainda mais nesse mercado.
“O universo tradicional te dá uma boa base de gestão de pessoas e acho que essa é uma grande escola para se levar às startups, em que o crescimento é aceleradíssimo e no qual as coisas mudam o tempo todo. Outra coisa que me diferenciava era o fato de eu ter tido meu próprio negócio antes disso”, contou.
Foi a partir dessas vivências profissionais e enxergando o problema que muitos empresários têm em compreender o funcionamento do comércio eletrônico e como vender em marketplace, que ainda durante o período da pandemia nasceu a Prioriza WebShop, uma startup especializada no mundo e-commerce e que ajuda diversos negócios a se lançarem nos canais de venda na internet e, assim, sobreviverem nos tempos atuais. O case da Prioriza deu tão certo, que já com duas semanas de existência, o grupo conseguiu o primeiro trabalho na área.
“A Prioriza vem com um projeto que é para atender a uma dor que está muito eminente no mercado: há muitos anos as indústrias precisam se digitalizar e por uma série de fatores não conseguem fazer isso. Pensando em futuro, queremos realmente dar esse suporte para as empresas e fazer com que elas consigam passar por essas dificuldades e a gente sabe que tem muito espaço pra isso, então vemos um futuro muito focado com esses valores de ajuda e também profissional”. (Diego Aguilera)
Entendendo a realidade do mundo empresarial e reconhecendo que o processo de como vender em marketplace é o maior problema desse setor, porque não é o ‘core’ dele, Diego Aguilera pontuou algumas ideias sobre tudo que envolve a organização interna das corporações e as regras para utilizar as plataformas online.

O que é o marketplace?

Aguilera explicou que os marketplaces são facilitadores para novos nichos, mas que dentro desse universo do comércio digital existem adversidades que podem dificultar o processo e que é preciso estar atento e adotar estratégias que auxiliem na consolidação do empreendimento.
“Quando você pensa em de fato abrir teu próprio e-commerce, a realidade é que existem dois principais fatores que talvez são os mais complicadores: um deles é voltado à parte digital, no caso o marketing digital, com investimento pesado quando vai se desenvolver o e-commerce e o segundo ponto é a parte operacional referente a logística”, destacou.

Como iniciar vendas no marketplace?

Para iniciar a presença digital no marketplace, antes de tudo é preciso entender como funciona essa ferramenta de negócios e a partir daí definir um planejamento para conseguir atrair um público maior e ter sucesso nas vendas dos produtos comercializados.
 “Se você quer entrar nesse mercado, comece pelos marketplaces, entenda como funcionam os indicadores, como é realmente isso e depois avalie como é o seu e-commerce”, disse o CEO da Prioriza WebShop.
Para aqueles que querem entrar nesse ramo e aprender a como vender em marketplace, Diego Aguilera deu uma orientação. “Meu grande conselho é jogar o jogo dos marketplaces. Se eles te dão a possibilidade de investir mais dinheiro e oferecem a logística do próprio canal, use essas oportunidades. De forma geral, você acaba ganhando escala e consegue vender, porque são os marketplaces que colocam as regras e acho que vai de você saber aproveitar isso”, aconselhou o empresário.

Como é trabalhar com marketplace?

Segundo Diego Aguilera, o trabalho da Prioriza WebShop para inserir e posicionar da melhor forma as indústrias no universo dos marketplaces é feito a partir de um método ímpar de atendimento que é dividido em seis módulos, sendo eles: consultoria do segmento; análise de portfólio do produto do cliente; definição do modelo de negócio, que é onde se prioriza o lucro; catalogação dos produtos de forma inteligente; operação e, por fim, o último módulo é o sales report (relatório de vendas).
“A gente desenvolveu uma metodologia que nos permite usar as alavancas que são lançadas pelos canais por mais que sejam caras e estamos também muito fundamentados em atuar com as indústrias”, disse o empresário.
Aguilera destacou que como o cliente final da Prioriza WebShop é a indústria, a partir dessa metodologia que ele considera bem didática, os empresários conseguem entender de forma mais simples e rápida o funcionamento desse processo de e-commerce e como monetizar as operações.
*Artigo produzido pelo Papo Raiz – uma conversa descontraída e divertida sobre empreendedorismo e assuntos em alta na sociedade.

Enquete

As ferramentas de IA estão se tornando cada vez mais populares e acessíveis, com diversas opções disponíveis para diferentes necessidades. Qual delas você mais utiliza?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão