Thumbnail

Cidades que aprendem com o metaverso será o tema da palestra da premiada futurista Cecilia Tham, que abrirá o Smart City Expo Curitiba 2023, no dia 22 de março.

Smart City Expo Curitiba

O futuro será das “cidades que aprendem” com a ajuda do metaverso

GazzConecta
21/03/2023 13:17
É urgente que os governos em todo o mundo regulem as atividades no metaverso, especialmente no que diz respeito à descentralização de finanças, segurança, identidades digitais, proteção de dados e privacidade. Também é importante que os planejadores projetem “cidades que aprendem” para tirar o melhor da tecnologia e reduzir custos para potencializar seu uso.
Os alertas são de Cecilia Tham, futurista premiada que abrirá o Smart City Expo Curitiba 2023, no dia próximo dia 22. Nascida em Hong Kong, formada em Harvard e radicada em Barcelona, onde dirige a Futurity Systems, Cecilia vai falar a congressistas de todo o país e do exterior que estarão em Curitiba até o dia 24, debatendo como as cidades podem conectar pessoas e tecnologias para desenvolver soluções que melhorem a vida dos cidadãos.
"Empresas, organizações e governos precisam pesquisar e entender as oportunidades e os riscos relacionados ao metaverso, além de como a paisagem desse ambiente tecnológico está mudando. Uma vez que haja esse entendimento, precisam ser proativos sobre como querem entrar no metaverso, certificando-se de alavancar seus pontos fortes ou fazer alianças com parceiros fortes e respeitáveis", reforça Cecilia.
A especialista é CEO e co-founder da Futurity Systems, empresa que fornece possibilidades do futuro como serviço: da ciência de dados ao design estratégico e à prototipagem, ajudando companhias e organizações a construírem futuros melhores mais rapidamente. Cecilia trabalha diretamente na interseção de negócios, tecnologia, ciência e design da empresa.
A experiência mostra que o uso intensivo de novas tecnologias está ligado à redução de custos. Vem daí outro alerta feito pela futurista. "Os chamados 'gêmeos digitais' que criamos no metaverso também podem ser usados para criar ambientes imersivos, nos quais os visitantes virtuais podem explorar, interagir e até mesmo investir. No entanto, há um custo: enorme poder computacional, uma infinidade de sensores e IoT, acesso a imagens de satélite, preocupações com privacidade e com vulnerabilidades", afirma.
"Em relação às cidades, um planejamento urbano projetado com a mais recente ciência de dados há cinco ou dez anos estaria desatualizado hoje. Isso não significa que os planejadores urbanos devam esperar, mas sim que precisam projetar 'cidades que aprendem'. Prédios e cidades aprendem quando podem ser facilmente modificados por seus ocupantes. Famílias, empresas, transportes e outros agentes sempre estarão mudando, mas as cidades precisam ser capazes de mudar com eles”, conta.

Como fortalecer a participação cidadã

Além de englobar uma tecnologia fascinante, o metaverso também traz reflexos para as cidades, proporcionando novos meios de interação entre os cidadãos, com usos para fortalecer a participação cidadã no planejamento urbano, sustentabilidade, governança e na tomada de decisões. A participação virtual em uma cidade também permite o monitoramento em tempo real dos sistemas urbanos e todas as suas complexidades. É por isso que este deve ser um dos principais focos do debate internacional promovido pelo Smart City Expo Curitiba.
O maior evento brasileiro sobre cidades inteligentes, realizado com a chancela da Fira Barcelona e apoio da Prefeitura de Curitiba, terá três dias, pela primeira vez, nesta quarta edição. O evento tem patrocínio da Arlequim, Intelbras, Indra/Minsait, Sebrae, São Paulo Negócios e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).
“Nesta sessão da área de Congresso, abordaremos oportunidades, casos de uso prospectivo e riscos dos quais precisamos estar cientes agora para nos prepararmos para esse futuro que se aproxima rapidamente. Além de Cecilia Tham, teremos como keynote o arquiteto e urbanista Washington Fajardo, que foi secretário de Planejamento Urbano da cidade do Rio de Janeiro”, explica Beto Marcelino, sócio fundador do iCities, hub brasileiro de negócios em cidades inteligentes, que organiza o evento.

Smart City Expo Curitiba

Versão brasileira do maior evento de cidades inteligentes do mundo, o Smart City Expo Curitiba transforma a capital paranaense no centro de discussões internacionais sobre soluções urbanas. A quarta edição do evento será entre os dias 22 e 24 de março de 2023, com um dia a mais e a expectativa de reunir 15 mil pessoas no Centro de Eventos Positivo (Parque Barigüi). Os ingressos estão à venda pela plataforma Blue Ticket. A edição de 2023 do SCECWB terá como tema "Cidades que conectam pessoas e tecnologias”.
O site oficial do evento traz a agenda com a programação temática dos painéis do congresso. Os temas abordados pelos especialistas mundiais serão Inovação & Transformação Digital, Espaços Públicos & Requalificação Urbana, Cidades Sustentáveis & Mudanças Climáticas, Cidadãos Digitais & Governança e Tecnologia & Negócios Disruptivos.
O Smart City Expo Curitiba faz parte de uma rede mundial de eventos, originada do maior e mais importante evento de cidades inteligentes do mundo, o Smart City Expo World Congress, organizado todos os anos pela Fira Barcelona. No Brasil, o congresso é realizado desde 2018 em Curitiba, organizado pelo hub iCities. A edição de 2022 reuniu 10,2 mil pessoas de 30 nacionalidades, além de 95 palestrantes de 10 países e representantes de 50 empresas, que geraram cerca de R$ 40 milhões em potencial de negócios.
Os ingressos podem ser adquiridos via internet, nas categorias Congress Full Pass, que contempla o acesso a dezenas de palestras e eventos de relacionamento nos três dias de evento, e Congress Day Pass, válido para um dia. A entrada é gratuita para a área de exposição, que vai reunir dezenas de empresas apresentando produtos e serviços tecnológicos da área de cidades inteligentes.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão