Thumbnail

O programa Menor Matrix foi implementado na Cargolift em 2017.

Crescimento profissional

“Menor Matrix”: Cargolift coloca aprendizes na vice-presidência

GazzConecta
19/05/2021 17:12
Em uma visita à operação logística da Cargolift em São José dos Pinhais (PR), Markenson Marques, fundador da Cargolift, perguntou a um dos menores aprendizes no local se havia alguma solução para otimizar o processo de cadastro de motoristas que eles faziam manualmente. Na época, Leonardo Baller, o jovem que respondeu a Marques, não sabia, mas ele estava gerando a semente de um programa ambicioso que seria conhecido como "Menor Matrix".
Depois disso, em vez de aprendizes se concentrarem apenas em tarefas burocráticas, a Cargolift passou a aproveitar totens em desuso para agilizar os cadastros de motoristas. Assim, o tempo dos jovens pôde ser aproveitado de outra forma: a cada três meses, um deles poderia participar de reuniões estratégicas e criar processos inovadores como "vice-presidentes" da empresa. Foi com essa premissa que nasceu o Menor Matrix da Cargolift.
A lei brasileira não permite a atribuição de responsabilidades de gestão a menores. Dessa forma, o eleito do trimestre ocupa o cargo, durante o período, liderando times e avaliando resultados ao lado de um mentor de sua preferência.
Criado em 2017, 11 jovens já participaram do Menor Matrix. Para Markenson o programa ajuda a alavancar a carreira dos colaboradores.
 Eduarda Walter, atual VP, e Marcos Alexandre Rosa, Gerente Corporativo de Transportes da Cargolift e mentor. Foto: Divulgação/Cargolift
Eduarda Walter, atual VP, e Marcos Alexandre Rosa, Gerente Corporativo de Transportes da Cargolift e mentor. Foto: Divulgação/Cargolift
Durante o programa, o jovem escolhe um padrinho que o aconselha na esfera pessoal e profissional.
"Temos em posições estratégicas pelo menos quatro ex-aprendizes que estão trabalhando com grande responsabilidade e prosperando na carreira", comemora Marques.
A vice-presidente da gestão atual é Eduarda Walter, que comemora a participação na iniciativa. “Vem sendo uma experiência única, grandiosa e de tamanha importância. É um privilégio fazer parte do programa, pois através dele somos inseridos no mundo real de uma empresa, com responsabilidades maiores e muitos conhecimentos que agregam em nossa vida profissional”, conta.

Inovação no DNA

A inovação já permeia os valores da Cargolift desde a sua fundação em 1994. Hoje a transportadora é responsável por 15 mil viagens mensais, com 20 filiais espalhadas pelos estados do Paraná, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.
Uma das iniciativas mais recentes da companhia foi a criação da startup MatrixCargo, que desenvolveu uma plataforma que automatiza processos de logística através de inteligência artificial.
 Markenson Marques (CEO), Rodrigo Favero (CTO) e Rafael Mansur (CFO) da MatrixCargo.  Foto: Divulgação/MatrixCargo
Markenson Marques (CEO), Rodrigo Favero (CTO) e Rafael Mansur (CFO) da MatrixCargo. Foto: Divulgação/MatrixCargo
Hoje a spin-off da transportadora evita que os caminhões transitem vazios, conectando motoristas e embarcadores para aumentar a produtividade da frota em toda a cadeia logística. Com a otimização de viagens, a ferramenta permite também a diminuição da poluição atmosférica.
“O robô recebe as demandas, cria rotas e escolhe o melhor veículo e a carga para cada um, visando o menor custo operacional e o menores índices de poluição”, enfatiza Markenson.

Enquete

As ferramentas de IA estão se tornando cada vez mais populares e acessíveis, com diversas opções disponíveis para diferentes necessidades. Qual delas você mais utiliza?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão