Thumbnail

Hernán Corral, Gastón Irigoyen e Juan Fantoni, cofundadores da Pomelo. Crédito: Divulgação.

Aporte

Pomelo capta US$ 40 milhões, planeja dobrar de tamanho em 2024 e seguir investindo no Brasil

GazzConecta
19/01/2024 11:14
A argentina Pomelo, fintech que desenvolve infraestrutura tecnológica para emissão, processamento e gestão de pagamentos com cartões com atuação em seis países da América Latina, incluindo o Brasil, captou US$ 40 milhões em uma nova rodada de investimentos. O aporte foi liderado pelo Kaszek, maior fundo de venture capital latino-americano, e também contou com a participação de importantes investidores internacionais, como monashees, Index Ventures, Insight Partners, Endeavor Catalyst, S32, TQ Ventures e Alter Global. Desde sua fundação, três anos atrás, a Pomelo já levantou US$ 103 milhões.
Fundada em 2021 por Gastón Irigoyen, Hernan Corral e Juan Fantoni, empreendedores Endeavor e ex-executivos da Mastercard, Mercado Pago e Naranja X, a Pomelo é líder em tecnologia de pagamentos e está modernizando o setor de cartões na América Latina. De forma inovadora, empresas locais e internacionais podem oferecer cartões pré-pagos, de débito e crédito aos seus clientes em vários países, com uma única integração tecnológica e a uma fração do custo.
Em apenas três anos, a Pomelo conseguiu se expandir para os mercados mais importantes da região (Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México e Peru) e conta com centenas de clientes corporativos, incluindo bancos, empresas multinacionais e startups de tecnologia, como Rappi, Nomad, Bitso, Stori, Payjoy e AstroPay. Graças à plataforma da Pomelo, muitas dessas empresas lançaram com sucesso seus negócios de cartões em poucas semanas.
Em 2023, a empresa multiplicou por sete seu volume de pagamentos, atingindo uma capacidade de processamento de 55 milhões de transações diárias. Isso permitiu que a Pomelo fortalecesse suas alianças estratégicas com Mastercard e Visa em todos os países em que opera. Ao mesmo tempo, a empresa foi autorizada a atuar como Instituição de Pagamentos pelo Banco Central do Brasil, premiada no Fórum Econômico Mundial em Davos, recebeu o Prêmio de Inovação Financeira da Visa e o Excellence Award da Mastercard, entre outras conquistas.
Nicolas Szekasy, cofundador e managing partner da Kaszek, que em 2023 levantou um novo fundo de US$ 1 bilhão para investir na América Latina e que tem mais de uma década trabalhando com empresas tecnológicas icônicas da região, se juntará ao conselho da Pomelo. Além disso, Caio Bolognesi, partner de Monashees, um dos fundos de venture capital mais importantes do Brasil, também passa a ser membro do board.
Com foco em seu plano de crescimento, a Pomelo planeja dobrar o tamanho de seu negócio em 2024 e utilizará o capital para continuar investindo em tecnologia disruptiva que transforme os pagamentos com cartões no Brasil e em toda a região.

E vem aí o GazzSummit

O GazzSummit Agro e Foodtechs é uma iniciativa pioneira do GazzConecta para debater o cenário de inovação em dois setores de grande relevância para o país. O evento será realizado nos dias 8 e 9 de maio de 2024 com o propósito de conectar e promover conhecimento para geração de novos negócios, discussão de problemas e desafios, além de propor soluções para o setor.
O GazzSummit promove a disseminação de tecnologias e práticas de inovação que possam levar a cadeira produtiva ainda mais longe. Uma super estrutura espera os participantes, que poderão conferir mais de 30 palestrantes e mais de 300 empresas. O evento vai reunir players importantes do ecossistema como grandes empresas, cooperativas, produtores, entidades públicas, startups e inovadores. Garanta já a sua inscrição no site.

Enquete

As ferramentas de IA estão se tornando cada vez mais populares e acessíveis, com diversas opções disponíveis para diferentes necessidades. Qual delas você mais utiliza?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão