Thumbnail

De acordo com a Folhapress, a plataforma de delivery cortou 355 funcionários nesta quarta-feira (1º).

Novas soluções no app

iFood aprimora serviços com inteligência artificial e cria novas funcionalidades no aplicativo

GazzConecta
10/07/2023 12:36
O iFood está apostando na inteligência artificial para transformar a relação com seus públicos a partir de novas soluções no seu aplicativo de delivery. Comando de voz para pedidos, montagem de cardápio para refeições e compras em quantidades precisas e com o melhor preço são algumas das novas funções que a empresa de tecnologia passa a ofertar a partir deste mês.
Dentre as novas funcionalidades também está o compartilhamento de listas de supermercado de forma rápida e prática por meio do aplicativo. Todas elas com base em melhorias possibilitadas pela utilização de IA.
Para impulsionar compras em supermercados e pequenos estabelecimentos, por exemplo, o iFood apresenta, neste mês, o Compr.A.I, uma funcionalidade que utiliza a inteligência artificial para transformar listas de compras em textos a partir de mensagens escritas por consumidores via WhatsApp, oferecendo uma jornada exclusiva que conecta estabelecimentos com seus clientes, agilizando o processo, desde a conversa inicial até o recebimento de pedidos e vendas. Trata-se de uma integração de aplicações do iFood, WhatsApp e dos modelos da OpenAI.
O Compr.A.I vai permitir fazer compras como se fosse uma conversa com um assistente de vendas. A funcionalidade permite que os consumidores naveguem por categorias de produtos e disponibiliza opções e preços, tornando a criação e edição de listas de compras mais fácil. A solução também permite o envio de uma foto, gerando uma lista de compras a partir da imagem.
Também em julho, os usuários poderão fazer seus pedidos em mercados no aplicativo do iFood com outra função, que usa simples comandos de voz como: “quero um café da manhã com poucas calorias”; “preciso fazer um jantar para quem gosta de ervilha”; “ingredientes para um bolo de cenoura” ou “estrogonofe para cinco pessoas”. A partir do comando, o iFood cria uma lista de produtos necessários para realizar os pedidos, indicando os melhores mercados, inclusive comparando preços entre estabelecimentos. Tudo isso utilizando a voz sem qualquer clique.

Investimento em IA

De acordo com o iFood, há anos a empresa investe e desenvolve diversos modelos de inteligência artificial para gerar mais eficiência na sua operação, tendo como prioridade a melhora dos seus processos internos. Nos últimos cinco anos, este investimento foi reforçado, com foco em trazer soluções que facilitem o dia a dia dos clientes, entregadores e restaurantes parceiros.
O iFood informa que utiliza, hoje, 120 modelos de IA. Eles são responsáveis por fazer, aproximadamente 10 bilhões de recomendações em seu ecossistema. Isso contribui com todos os seus serviços como, por exemplo, na melhor recomendação ao cliente, segmentação de marketing, rotas, tempo de entrega - incluindo tempo de preparo de pratos, entre outros.
Atualmente, o iFood processa mais de 75 milhões de pedidos por mês, em 1.700 cidades do Brasil, com 330 mil parceiros, 200 mil entregadores e mais de 40 milhões de usuários. A empresa espera, para os próximos meses, trazer novas soluções para o mercado. O grande objetivo neste momento, segundo o iFood, é se tornar uma referência em utilização de inteligência artificial para potencializar negócios de empreendedores, fidelizar clientes e garantir a melhoria de trabalho dos entregadores, além de inspirar recursos tecnológicos a serem aplicados em outros modelos que podem impactar positivamente a sociedade.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão