Thumbnail

O coordenador da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, Marlon Alves Cardoso; o sócio-fundador do iCities, Beto Marcelino; o dirteor da Hotmilk, Fernando Bittencourt Luciano; o vice-reitor da PUCPR, Vidal Martins; e Carlos Klein, sócio da Ventiur Capital, no lançamento do CWB Open.

Aceleração de startups

Hub de inovação da PUCPR e Ventiur formalizam parceria no último dia de Smart City Expo Curitiba 2023

GazzConecta
24/03/2023 20:50
A Hotmilk, ecossistema de inovação da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), e a aceleradora de startups Ventiur, do Rio Grande do Sul, lançaram oficialmente o CWB Open nesta sexta-feira (24), último dia do Smart City Expo Curitiba 2023. Veículo de investimento para aceleração de até 15 startups sediadas em Curitiba, o CWB Open pretende captar até R$ 10 milhões em dois anos.
Os investimentos estão previstos para startups em estágio de crescimento, ou early stage, com foco em educação, saúde, indústria 4,0 e metal mecânica, as quatro verticais do CWB Open. Segundo Carlos Klein, um dos sócios da Ventiur, neste primeiro momento, a expectativa é atrair investidores e definir as startups que estejam conectadas a essas verticais para definir os investimentos.
“Encontramos em Curitiba um ecossistema de inovação com muitas possibilidades. A cidade oferece condições para que essas startups se desenvolvam, evoluam. A parceria com a Hotmilk baliza o nosso trabalho de construir investimentos por meio das conexões que criamos”, comenta Klein.
Com 10 anos de atuação, a Ventiur acumula mais de R$ 800 milhões em investimentos, com previsão de chegar a R$ 1 bilhão até o fim de 2023. Mais de 80 startups já foram contempladas nesses investimentos e mais de 900 foram aceleradas pela empresa que está possui escritórios em seis cidades no Brasil. Em Curitiba, a Ventiur está sediada dentro da Hotmilk.
Fernando Bittencourt Luciano, diretor da Hotmilk, diz que a parceria com a Ventiur contribui para o ecossistema de inovação do hub, porque traz não só a possibilidade de investimentos, mas também o capital intelectual de uma aceleradora de investimentos com uma década de mercado. “Não é apenas o capital financeiro que está chegando com o CWB Open, mas toda uma expertise de mentores que vêm juntos nesta parceria, que se soma a todo o capital intelectual que estamos construindo há 8 anos na Hotmilk”, conta.
Para ele, as possibilidades de aceleração de startups com a parceria são muitas. “Temos relacionamento com startups de todo o Brasil, não apenas com aquelas que estão sediadas no nosso parque tecnológico. Com o CWB Open, vamos poder acompanhar e apoiar o desenvolvimento de empresas para alavancar seus negócios, porque quando entra o recurso financeiro, é possível impulsionar a maturidade desses negócios”, diz.
De acordo com Marcelo Moura, gerente geral da Hotmilk, o hub de inovação da PUCPR reúne mais de 90 startups e  já acelerou outras 315. “Temos, ainda, mais de 5 mil startups conectadas pelos nossos programas de open innovation. Já fizemos, também, mais de 50 programas de inovação aberta para grandes empresas e a gente consegue ter, hoje, um espaço enriquecedor que conecta tanto a pesquisa desenvolvida na PUCPR como, também, a conexão com o meio mais empreendedor da inovação que são as empresas startups”, conta.
Para o vice-reitor da PUCPR, Vidal Martins, a Hotmilk tem crescido nos últimos cinco anos de maneira significativa. A parceria com a Ventiur coloca em prática a ambição de consolidar a vocação da instituição de fomentar o empreendedorismo e a inovação.
“A entrada de uma aceleradora de investimentos torna mais pujante um ecossistema. Este é um grande momento porque sinaliza a possibilidade de aportes financeiros estruturados para alavancar esses negócios que são realmente inovadores”, comenta.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão