Thumbnail

Dados inéditos sobre o impacto econômico por região gerado pelo uso das plataformas do Google, entre elas a Busca, o Google Ads e o YouTube, foram divulgados em setembro pela companhia.

Impulso econômico local

Google apresenta dados inéditos sobre impacto econômico de suas plataformas em cada região do Brasil

GazzConecta
05/10/2023 13:54
O Google apresentou, no último mês de setembro, dados inéditos sobre o impacto econômico gerado pelo uso das plataformas da empresa – Busca, Google Ads, AdSense, Play, Google Cloud e YouTube – por organizações de todos os tamanhos nas cinco regiões do país. Os novos números revelam que o impacto econômico do Google foi de R$ 75,8 bilhões na região Sudeste, R$ 27,5 bilhões na região Sul, R$ 26,4 bilhões no Nordeste, R$ 14,4 bilhões no Centro-Oeste e R$ 9,2 bilhões na região Norte.
Os números representam o impulso econômico local estimulado pelo uso das plataformas da empresa e serve como uma demonstração de como organizações de todos os tamanhos estão usando a internet para crescer em suas respectivas localidades. O relatório também detalha a oportunidade gerada pela adoção da computação em nuvem e da oferta de jogos e aplicativos por meio da Play Store, a loja virtual para dispositivos com sistema operacional Android.

Impacto econômico no Brasil

Os números divulgados representam a divisão do impacto econômico total do Google no Brasil, estimado em R$ 153 bilhões em 2022, entre as cinco regiões do país. Os dados complementam as informações compartilhadas durante o Google for Brasil, principal evento da companhia no país, realizado em junho. Além das estimativas, realizadas pela consultoria global Access Partnership, o relatório também inclui as histórias de organizações que têm utilizado as plataformas do Google em todas as regiões do país.
O levantamento também mostra informações detalhadas sobre o impacto de Google Cloud, divisão de computação em nuvem do Google, no Brasil. No total, as soluções oferecidas pelo Google Cloud geraram R$ 883 milhões na forma de ganhos de eficiência proporcionados diretamente pelo uso da nuvem. Além disso, o Google Workspace – que reúne ferramentas colaborativas e de produtividade como, por exemplo, o Drive, o Fotos, o Docs, o Apresentações e o Planilhas – gerou R$ 31 bilhões em benefícios para os brasileiros, como otimização do tempo gasto para realizar tarefas, gerando uma economia de 264 horas por ano, o equivalente a 33 dias de trabalho.
Outra informação que compõe o Relatório estima o impacto positivo do ecossistema de desenvolvedores de aplicativos para o sistema operacional Android. Em 2022, a loja de aplicativos Google Play gerou R$ 4 bilhões em receita para os desenvolvedores. Além disso, ao todo, mais de 238 mil vagas de emprego foram geradas para atender esse mercado, a partir do crescimento econômico das empresas desse ecossistema.

Metodologia de pesquisa

Os dados do Relatório foram estimados pela consultoria global Access Partnership, contratada pelo Google para realização do estudo. Os números são calculados pela consultoria a partir de informações públicas que são combinadas a uma metodologia concebida exclusivamente para estimar os  benefícios econômicos gerados pelo Google.
O cálculo envolve o retorno de investimento gerado aos anunciantes ao fazer campanhas de publicidade em plataformas do Google, a receita compartilhada pelo Google com editores, desenvolvedores, criadores de conteúdo e o ganho de receita pelas organizações brasileiras a partir do uso da nuvem.

Enquete

A inteligência artificial está transformando rapidamente aspectos da sociedade. Como você percebe o impacto da IA em nossas vidas?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão