Thumbnail

Foodtech passa a atuar com lojas e restaurantes de Curitiba a partir de fevereiro. Crédito: Juan Rosa e Larissa Worms (Estúdio Nômade).

Food To Save

Food To Save inicia operação em Curitiba para ajudar estabelecimentos a combater o desperdício de alimentos

GazzConecta
20/02/2024 11:43
Com uma proposta inovadora, que propõe conectar lojas e restaurantes com excedentes de produção a pessoas engajadas na luta contra o desperdício, a Food To Save, aplicativo número um do Brasil contra o desperdício de alimentos, anuncia o início da sua operação em Curitiba (PR) a partir de fevereiro. A startup conta com mais de 1,5 milhões de usuários e mais de 3 mil lojas cadastradas no app.
“Nossa expansão para Curitiba chega em um momento muito importante, em que os estabelecimentos estão acompanhando de perto os problemas ambientais que a sociedade vem sofrendo. Além disso, também existe o impacto financeiro do desperdício de alimentos. Para ambos, o prejuízo é grande. Por isso, é tão importante que a população e empresas estejam engajadas nesse movimento”, comenta Lucas Infante, CEO e cofundador da Food To Save, em nota. “A população de Curitiba é bem preocupada com o tema e diversas ações na cidade já estão sendo realizadas. Chegou a hora de entrarmos neste cenário”, acrescenta.
Por meio de um aplicativo, a Food To Save permite que os estabelecimentos vendam suas Sacolas Surpresa, com alimentos para consumo imediato, que estão próximos ao vencimento ou fora do “padrão estético”. Além disso, as lojas e restaurantes podem montar sacolas das categorias doce, salgada ou mista e os descontos chegam até 70% para os consumidores. “As lojas que estão no app da Food To Save tem acesso a vários benefícios. Além de evitarem o desperdício de alimentos, geram uma nova renda e têm a facilidade de venda, visto que não é necessário cadastrar um cardápio ou produto”, explica Infante.

Difundindo o propósito pelo país

Nas mais de 20 cidades em que está presente, a startup já ajudou a salvar mais de 2 mil toneladas de alimentos que seriam descartados e gerou mais de R$ 26 milhões em receita incremental aos estabelecimentos parceiros. Com a Food To Save, qualquer loja ou restaurante de pequeno, médio ou grande porte pode evitar o desperdício de alimentos e reverter o prejuízo do estabelecimento, sem mensalidades ou custos adicionais. Para se cadastrar no aplicativo, basta se inscrever de forma gratuita no site da foodtech.
“O modelo de negócio da Food To Save traz benefícios para todas as pontas. Para o meio ambiente, ajudamos a evitar a emissão de CO2 com o descarte de alimentos e, para as empresas do ramo alimentício, ajudamos a reverter o prejuízo em lucro de forma simples e prática. Além disso, é importante ressaltar que o estabelecimento se aproxima ainda mais de uma agenda tão importante como a de ESG” explica o CEO da foodtech.

Metas para 2024

Dentre as 3 mil marcas cadastradas na Food To Save pelo Brasil estão Ambev, Nestlé, Rei do Mate, Zé Delivery, Accor, Kibon e Cacau Show. Para este ano, a empresa mira na expansão para outras capitais do Sul do país e na consolidação nas praças em que já atua. “Nossa solução é simples e funcional: conectamos empresas alimentícias a pessoas engajadas em combater o desperdício. Começamos com padarias, hortifrútis e restaurantes que contam com alimentos perecíveis, mas próprios para o consumo, e agora ampliamos o segmento para indústrias e distribuidores. O propósito da Food To Save democratiza o acesso aos alimentos, além de ajudar o meio ambiente. Chegar a Curitiba é mais um passo na nossa jornada que só está começando”, finaliza Infante.

Combate ao desperdício de alimentos

A Food To Save é uma foodtech sustentável, que nasceu para revolucionar o desperdício de alimentos no Brasil. Por meio de um aplicativo, atua como um elo entre estabelecimentos que possuem excedentes de produção e clientes engajados e preocupados com o consumo consciente. Mais do que contribuir para um planeta mais sustentável, a startup engaja e empodera pessoas a reverem seus hábitos alimentares, lutando contra o desperdício de alimentos.
Com mais de 2 mil toneladas de alimentos resgatados em cidades como São Paulo, Campinas, Brasília, Rio de Janeiro e, mais recentemente, em Belo Horizonte, a empresa já mostra importante valor para enfrentar os problemas ambientais, sociais e econômicos do Brasil. A Food To Save já conta com mais de 1 milhão de downloads do app, além de ser uma das finalistas na categoria Alimentos – Delivery do Prêmio Reclame Aqui 2023. Está também entre as empresas selecionadas na segunda edição do Ranking EXAME Negócios em Expansão, na categoria Novatas.

E vem aí o GazzSummit

O GazzSummit Agro e Foodtechs é uma iniciativa pioneira do GazzConecta para debater o cenário de inovação em dois setores de grande relevância para o país. O evento será realizado nos dias 8 e 9 de maio de 2024 com o propósito de conectar e promover conhecimento para geração de novos negócios, discussão de problemas e desafios, além de propor soluções para o setor.
O GazzSummit promove a disseminação de tecnologias e práticas de inovação que possam levar a cadeira produtiva ainda mais longe. Uma super estrutura espera os participantes, que poderão conferir mais de 30 palestrantes e mais de 300 empresas. O evento vai reunir players importantes do ecossistema como grandes empresas, cooperativas, produtores, entidades públicas, startups e inovadores. Garanta já a sua inscrição no site.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão