Thumbnail

O Brasil conta com 740 startups que pensam a sustentabilidade, causas sociais e governança corporativa.

Inside ESG Tech Report

Distrito vai alavancar “startups ESG”; setor captou US$ 278 mi em 2020

GazzConecta
11/05/2021 19:40
Environmental, Social and Governance, a sigla ESG tem ganhado cada vez mais espaço no ecossistema de inovação. Startups com soluções para sustentabilidade, causas sociais e de governança em grandes e médias corporações receberam US$ 278 milhões só em 2020. O recorde de captação foi em 2019, com US$ 400 milhões, montante 15 vezes maior que no ano anterior. Esses números fizeram a plataforma de inovação Distrito criar uma série de iniciativas para alavancar o setor, começando pelo levantamento inédito Inside ESG Tech Report.
O novo reporte do Distrito aponta que, ao todo, o Brasil conta com 740 startups ESG em ao menos 28 diferentes setores. Entre elas, a maior parte está na categoria social (36%), que ajudam pequenas e médias empresas a resolver problemas como erradicação da pobreza, educação de qualidade e igualdade de gênero.
34% das empresas são voltadas a questões ambientais, reunindo soluções de economia circular, logística reversa e energia limpa. E, por fim, 29% são dedicadas a governança corporativa, engajadas a solucionar processos de gerenciamento de políticas, valores e atuação de grandes empresas.

Iniciativas para alavancar o setor

Pensando em fomentar o mercado de ESG, o Distrito anunciou nesta terça-feira (11) um pacote de iniciativas sobre o tema, entre elas o ESG Digital Hub, uma soma de hubs digitais e empresas que oferecem acesso direto a dados em tempo real ao ecossistema.
O objetivo da iniciativa é apoiar com assertividade startups ESG em sua jornada de inovação aberta, a plataforma permite o acesso a dados e a compreensão das movimentações do mercado.
O CEO do Distrito, Gustavo Araujo, explica como o acesso ao hub pode alavancar a inovação em ESG. "Nosso objetivo é conectar pessoas, soluções e tecnologias que auxiliem na gestão e geração de impacto, atendendo assim a uma demanda crescente da sociedade em direção a um mundo mais sustentável", descreve o executivo.
Pela plataforma as empresas podem ainda cadastrar seus desafios para que as startups as ajudem a resolver ou fazer um busca ativa de soluções, realizar trilhas de inovação, participar e promover eventos, receber mentorias, divulgar conteúdos e iniciativas e receber reports mensais analíticos.
O Distrito anunciou também o lançamento do ESG Scale, programa de aceleração voltado para startups da categoria. A iniciativa é realizada no segundo semestre deste ano e vai selecionar algumas das startups com maior potencial do Brasil para receber treinamento e mentoria para alavancar os projetos.
O objetivo é fazer com que startups ESG se desenvolvam e possam fechar parcerias com as corporações participantes ou até serem investidas.

Enquete

Imagine a possibilidade de criar vídeos realistas com ferramentas de inteligência artificial, como o Sora. Você teria interesse em utilizar uma ferramenta como essa no futuro?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão