Thumbnail

O número de empresas de tecnologia da informação abertas no Brasil em 2022 registrou maior aumento desde 2017.

Mercado

Cresce o número de empresas de tecnologia abertas no Brasil em 2022

GazzConecta
06/03/2023 17:57
O número de empresas de tecnologia abertas no Brasil em 2022 foi o maior desde o início da pandemia de covid-19 em 2020. No ano passado, o país registrou o total de 41.353 novos CNPJs no segmento de tecnologia da informação. No mesmo período, foram fechadas 15.876 empresas do mesmo segmento, o maior número desde 2017.
Ao todo, o setor soma 237 mil CNPJs, ficando em 13º lugar em relação aos 16 setores econômicos existentes no Brasil. Os dados são do relatório Panorama B2B, realizado pela Cortex, referência em Inteligência de Vendas B2B na América Latina.
Os números de 2022 evidenciam uma tendência iniciada em 2021, quando foram abertos 40.750 novos CNPJs no segmento, um número 47% maior do que o registrado em 2020. Quanto ao total de empresas fechadas, 2022 registrou crescimento de 6% em relação ao ano anterior.
“Em 2021, tivemos um aumento expressivo no número de abertura de novas empresas da área de tecnologia da informação, que se manteve em 2022. A pandemia e o cenário de incertezas da economia foram os grandes motivadores para esse crescimento”, sinaliza Marvin Fiori, diretor de inovação na Cortex.
Segundo o executivo, um dos motivos para o crescimento do número de CNPJs se deve aos desafios atuais do segmento. “A área de tecnologia, especificamente, tem sofrido com demissões em massa, desde big techs até unicórnios e startups que ainda estão em estágio inicial", diz.
"Isso porque a diminuição de investimentos nessa área, também impactados pelo cenário macroeconômico internacional de inflação e elevações nos juros, fez com que as empresas deixassem de lado a máxima de ‘crescer a qualquer custo’ e pensassem mais em crescer com eficiência. Dessa forma, muitas pessoas acabaram perdendo seus empregos e optaram pelo caminho do empreendedorismo", explica.

Dados do estudo

De acordo com o relatório da Cortex, dentre as atividades econômicas mais escolhidas pelas empresas, estão aquelas relacionadas ao suporte técnico e manutenção, seguidas por consultoria em tecnologia da informação, desenvolvimento de programas de computador sob encomenda e desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis.
Em relação ao faturamento, 84% faturam até R$81 mil por ano, enquanto 11% faturam de R$360 mil a R$ 1 milhão. Dentre as cidades que tiveram mais abertura de empresas, São Paulo ficou em primeiro lugar, com 10 mil novos CNPJs, cerca de 26% do total. Em segundo lugar está o Rio de Janeiro, com quase 1,79 mil; seguido por Curitiba, com 1,75 mil; Belo Horizonte, com 1,66 mil; e Brasília, com 1,37 mil.
O estudo também analisou a maturidade digital das empresas abertas nesse período, de acordo com os tipos de tecnologia utilizadas, como cloud, CRM, blog e marketing automation. A análise concluiu que 36% das empresas têm alta adoção de tecnologia, enquanto 60% tem média e 4%, baixa.
Das empresas abertas em 2022, 73% se mantêm com alto nível de atividade econômica, enquanto 27% tem médio, o dado indica se as empresas estão em operação.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão