Thumbnail

A capacitação em diferentes tecnologias passa a ganhar ainda mais importância. Créditos: Canva.

Transformando o mercado

6 cursos de tecnologia para ficar de olho em 2024

GazzConecta
15/03/2024 17:00
De acordo com um relatório da International Data Corporation (IDC), a indústria brasileira de Tecnologia da Informação (TI) tem previsão de crescer 12% em 2024, ultrapassando até mesmo os Estados Unidos, que possuem uma projeção de 9%. Diante desse cenário, a capacitação em diferentes tecnologias passa a ganhar ainda mais importância, ajudando profissionais de diversos segmentos a transformarem o mercado.
Segundo Ricardo Bugan, Líder de Produtos da Alura, hoje existem formatos de aprendizado que atendem demandas para vários momentos da carreira. “Para aqueles que estão começando e visam aproveitar o avanço do setor, ou profissionais que buscam evolução dentro de suas empresas, o estudo de habilidades tecnológicas oferece um impacto amplo, diversificado e repleto de oportunidades”, diz.
Dentre as áreas de tecnologia que devem se destacar no mercado em 2024, estão:

Data Science

Focada na extração de conhecimento e insights a partir de dados brutos, Data Science utiliza uma combinação de estatísticas (com o uso da linguagem R e Phynton, por exemplo), algoritmos de Machine Learning e técnicas de Data Analytics. Este ano, os especialistas no assunto provavelmente serão mais acionados justamente por serem capazes de “simplificar” informações complexas, auxiliando na tomada de decisões estratégicas.
Bugan ressalta que o tópico foi impulsionado pelos avanços em tecnologias como Big Data e Inteligência Artificial (IA). “É uma saída para otimizar operações e identificar padrões, que abrange desde o setor financeiro até o varejo. Portanto, é uma vertente inovadora e que possui papel central na revolução tecnológica”, explica.

DevOps

Junção de Desenvolvimento (Dev) e Operações (Ops), esta área visa, principalmente, acelerar a entrega de software e aumentar a automação de processos. Atualmente, o trabalho dos times muitas vezes envolve a gestão de ambientes em nuvem (cloud), garantindo flexibilidade e escalabilidade. A adoção de ferramentas como Kubernetes para orquestração de contêineres, otimizando a implantação e a administração de aplicações em ambientes distribuídos, também vem se destacando.
“A integração do desenvolvimento de software chegou a outro patamar com a convergência entre DevOps e IA, que tem sido chamada de Engenharia de ML. Estamos falando de uma realidade que promete redefinir a eficiência e a excelência digital em vários mercados, como saúde e automação industrial”, pontua o especialista.

Front-end

Dedicada à criação visual e interativa de sites e aplicativos, o Front-end possui um papel central no setor tech pela crescente importância na experiência do usuário. Não à toa, o “Guia Salarial 2024”, produzido pela Robert Half, revela que os seus especialistas estão entre os profissionais de tecnologia mais demandados pelas empresas.
Bugan define a relevância da capacitação no tema como “a porta de entrada para jornadas digitais inovadoras”. “A integração das áreas de Design e UX à TI  vem promovendo uma mudança significativa na forma como criamos interfaces, especialmente nos setores de e-commerce e entretenimento. A sinergia com a IA também traz transformações visuais notáveis”, completa.

Mobile

O Desenvolvimento Mobile se concentra nas projeções de sistemas operacionais, como iOS (Apple) e Android (Google). No âmbito da arquitetura de aplicações móveis, considera padrões eficientes para garantir a escalabilidade, segurança e desempenho dos apps.
Do mesmo modo que o Front-end, os especialistas do setor são cruciais para construir experiências acessíveis e otimizadas nas plataformas digitais. “Mais do que interagir, aqui a ideia é garantir fluidez e confiabilidade aos usuários. São características que geram uma imensidão de possibilidades a praticamente qualquer segmento”, ressalta o executivo.

Back-end

Uma das áreas mais tradicionais e relevantes do setor de tecnologia. A programação abrange um conjunto amplo de atividades relacionadas à criação, manutenção e implementação de softwares, com códigos que instruem um computador a executar tarefas específicas. Para isso, linguagens como a Java e C# continuam sendo excelentes aliadas de grandes empresas, enquanto JavaScript, Go e Rust são exploradas em novos projetos.
"Essa é a espinha dorsal da inovação. A habilidade de moldar completamente segmentos como logística, transporte e educação coloca os programadores na posição de arquitetos do futuro digital, já que decodificam complexidades da IA e adaptam soluções avançadas”, afirma Bugan.

Inteligência artificial

Como é possível perceber em todos os tópicos anteriores, a IA é uma das protagonistas do setor tech nos dias atuais, englobando desde a capacidade de aprender com dados até a interpretação de linguagem natural, visão computacional e criação de agentes autônomos. Sem coincidências, o Relatório de Tendências Globais de Talentos do LinkedIn mostra que as oportunidades de trabalho na área mais que triplicaram no Brasil nos últimos dois anos.
O líder da Alura reforça que esse tipo de tecnologia “veio para ficar” devido ao seu potencial de ampliar a cognição humana. "As ferramentas desta categoria transcendem a escolha de uma carreira específica, abraçando todas as profissões. Ao impulsionar a automação e a inovação generalizada, a IA inaugura uma era de oportunidades ilimitadas para o crescimento sustentável e a excelência operacional”, conclui.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão