Thumbnail

Bossanova e Nathalia Arcuri lançam comitê de investimentos para startups de impacto social

Micro venture capital

Bossanova e Nathalia Arcuri lançam comitê de investimentos para startups de impacto social

GazzConecta
16/08/2022 18:22
Uma parceria entre o micro venture capital Bossanova Investimentos e a influenciadora de finanças e CEO do Me Poupe!, Nathalia Arcuri, vai buscar fomentar pequenas empresas de tecnologia com algum impacto social.
Juntos, a CEO e a casa de investimentos vão buscar entre 10 a 15 startups de diferentes setores. Como critérios básicos para seleção, as startups devem ter modelos de negócios escaláveis e com propostas de impacto social direto ou indireto em suas regiões de origem, além de produtos já validados pelo mercado e preferencialmente no modelo de Software as a Service (SaaS).
Para chegar até essas empresas e selecionar os melhores projetos, a parceria também inclui um roadshow com passagens em seis capitais das regiões Norte e Nordeste do país. As viagens começam em novembro e incluem as cidades de João Pessoa, Recife, Natal, Fortaleza, Belém e Manaus.
A seleção prévia dos negócios — em torno de cinco, por cidade — será feita pelo time da Bossanova, enquanto será de João Kepler, CEO da firma, e de Nathalia Arcuri a decisão e anúncio das startups escolhidas para receberem aportes em cada capital.
"Eu acredito em impacto real, inclusive mensurável. Por isso que eu escolhi que a minha própria empresa seguisse esse modelo. Junto com a Bossanova, vamos levar capital intelectual para o Norte e Nordeste, visando manter o dinheiro nesses estados e de lá para o mundo”, disse Arcuri, em nota. “Quando você leva economia para os lugares, você desenvolve toda aquela região, fomentando um ciclo virtuoso.”

A veia regional da Bossanova

Fomentar o empreendedorismo local é, inclusive, uma das grandes verticais da Bossanova de tempos para cá. O esforço remete à fundação da empresa, ainda em 2015, quando Kepler e outros representantes passaram a viajar pelos quatro cantos do país em busca de negócios promissores da nova economia.
Agora, o olhar atento às startups de fora do eixo Rio-São Paulo inclui parceria com instituições de inovação e empreendedorismo regionais, além de eventos institucionais por todo o país.
No Sul do país, por exemplo, a Bossanova mantém uma relação de longa data com entidades como Sebrae Santa Catarina, Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) e Join.Valle, iniciativa de inovação de Joinville para investir e capacitar empresas locais.
“Juntos, tivemos a ideia de lançar o comitê, mas com um diferencial: o road show. Assim, poderíamos nos afastar do eixo Rio-São Paulo e trazer recursos para regiões, historicamente, com menos investimentos”, diz Kepler.

Enquete

Imagine a possibilidade de criar vídeos realistas com ferramentas de inteligência artificial, como o Sora. Você teria interesse em utilizar uma ferramenta como essa no futuro?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão