Thumbnail

Caetano Spuldaro Neto, vice-presidente da Embraer. Crédito: Felipe Gonçalves/LIDE

Brazil Saudi Arabia Conference

Oriente Médio: Embraer quer hub na Arábia Saudita

GazzConecta
05/03/2024 10:03
“Queremos transformar a Arábia Saudita em um hub da Embraer na região”, declarou o vice-presidente da Embraer Defesa & Segurança para Oriente Médio e Ásia-Pacífico, Caetano Spuldaro Neto, durante o Brazil Saudi Arabia Conference, que acontece em Riyadh, capital do país. Para o executivo, a cooperação tecnológica, as oportunidades de desenvolvimento sustentável da indústria local e o acesso a novos mercados são os principais potenciais da relação entre Brasil e Arábia Saudita no setor aeronáutico. O evento realizado pelo LIDE reúne empresários e autoridades para o debate de oportunidades bilaterais.
O vice-presidente da Embraer destacou ainda a oportunidade de trabalhar com empresas locais e com o governo saudita para desenvolver a cadeia de suprimentos local e o capital humano para que, no futuro, seja possível desenvolver novas tecnologias de forma conjunta.
“No segmento de defesa, estamos trabalhando próximo às autoridades da Arábia Saudita para fomentar a oportunidade de aquisição da aeronave C-390 por parte da Força Aérea Real Saudita, o produto brasileiro mais inovador no segmento de transporte militar tático. A aeronave da Embraer é capaz de carregar até 26 toneladas de carga, tem alto desempenho e baixo custo de operação. A aquisição pode gerar uma economia de US$ 2 bilhões para o país nos próximos 30 anos”, explicou.
Ainda no setor de aviação, o CEO da Amaro Aviation, Marcos Amaro, falou sobre o interesse em ser uma plataforma de aviação no Brasil, com planos de atividades na área de aviação comercial, especialmente a regional. “Estamos com um programa de crescimento forte na aviação privada e no gerenciamento de aeronaves. Nosso plano de negócios começa a entrar o setor de emergências médicas. Para isso, estamos investimento em um novo helicóptero para revolucionar o mercado de monoturbinas”.

Energia limpa

No período da manhã, a pauta da energia também foi destaque no evento. Wilson Ferreira, que atuou como CEO de companhias como a Eletrobras e a Vibra Energia, destacou os marcos regulatórios brasileiros como pontos de segurança para os investimentos na economia do Brasil.
“Um dos maiores desafios que temos neste século é a descarbonização da economia. Somos um dos maiores emissores de gases de efeito estufa do mundo por conta do desmatamento ilegal. O Brasil tem mais de 30 milhões de hectares que foram degradados pelo desmatamento. Essa área pode ser reflorestada para a produção de biocombustíveis”, enfatizou.
Vice-presidente da Raízen, Paulo Neves enfatizou o potencial do país em energias renováveis. “O etanol de cana-de-açúcar é uma solução competitiva, eficiente e complementar às gasolinas comercializadas no país. É uma oportunidade de expansão em infraestrutura”.
Energia, mineração, logística e indústria são os quatro setores que devem guiar os potenciais econômicos da Arábia Saudita, segundo o presidente do LIDE no país, Abdulmalik Al Qhatani. “A Arábia Saudita não será somente um produtor de petróleo, seremos reconhecidos como produtores de energia. Estamos investindo em energia renovável e planejamos construir a maior planta de hidrogênio verde”.
As oportunidades entre mineração e energia também se cruzam nas oportunidades e investimentos dos dois países. Vice-presidente do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), Rinaldo Mancin destacou o potencial do setor entre os três principais da economia brasileira, protagonizando lado a lado da indústria de petróleo e gás.
“Temos ainda deficiência em conhecimento geológico, mas o Brasil é uma potência mineral de primeira grandeza, e isso impacta também na transição energética, já que o carro elétrico é, essencialmente, feito de minérios. Devemos fortalecer o verdadeiro “vale do lítio” que vem se criando em Minas Gerais”, finalizou.

E vem aí o GazzSummit

O GazzSummit Agro & Foodtechs é uma iniciativa pioneira do GazzConecta para debater o cenário de inovação em dois setores de grande relevância para o país. O evento será realizado nos dias 8 e 9 de maio de 2024 com o propósito de conectar e promover conhecimento para geração de novos negócios, discussão de problemas e desafios, além de propor soluções para o setor.
O GazzSummit promove a disseminação de tecnologias e práticas de inovação que possam levar a cadeira produtiva ainda mais longe. Uma super estrutura espera os participantes, que poderão conferir mais de 30 palestrantes e mais de 300 empresas. O evento vai reunir players importantes do ecossistema como grandes empresas, cooperativas, produtores, entidades públicas, startups e inovadores. Garanta já a sua inscrição no site.

Enquete

Estes são os temas mais procurados em relação a cursos sobre inteligência artificial no momento. Se você tivesse que escolher um deles, qual seria sua opção?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão