Thumbnail

5G chega em Brasília, mas apenas 1% dos municípios estão aptos a receber o 5G no Brasil

5ª geração de internet móvel

Apenas 1% dos municípios estão aptos a receber o 5G no Brasil

GazzConecta e EY
06/07/2022 10:00
Brasília é a primeira cidade brasileira a receber o 5G “puro” (standalone), oferecido na faixa de 3,5 gigahertz. A quinta geração de internet móvel começou a operar oficialmente nesta quarta-fera (6) na capital federal, segundo a Anatel. Do ponto de vista legal, no entanto, apenas 1% dos municípios brasileiros estão prontos para receber a nova tecnologia.
De acordo com dados da Associação Brasileira de Infraestrutura (Abrintel), apenas 100 dos mais de 5.5 mil municípios do território nacional estavam com leis atualizadas para a instalação de antenas de transmissão do 5G até o final de junho. Segundo reportagem da EY, as câmaras municipais e prefeituras devem alinhar suas normas à Lei Geral de Antenas (Lei federal nº 13.116/2015), que edita as normas gerais sobre o tema.
“Algumas legislações municipais precisam se adaptar à realidade atual para acelerar a implantação do 5G. E as capitais que já modernizaram suas normativas poderão rapidamente contar com os benefícios da nova tecnologia", explicou o ministro das Comunicações, Fábio Faria, em notícia publicada no site do ministério.  
Ademais, a previsão era de que todas as capitais estariam com 5G “puro" funcionando até o dia 31 de julho, mas problemas logísticos na importação de equipamentos obrigaram as cidades a estender o prazo até 29 de setembro. De acordo com os especialistas, a nova tecnologia exige a instalação de cinco a dez vezes mais antenas do que o 4G. O aumento se justifica pelo fato de a velocidade de transmissão no 5G ser vinte vezes mais rápida em comparação ao 4G, e as conexões entre as pessoas e objetos serem mais avançadas.
Pelo cronograma estabelecido pela Anatel, a chegada do 5G vai ocorrer de forma gradual ao longo dos próximos oito anos. Os primeiros consumidores a serem atendidos, até 29 de setembro deste ano, serão os moradores das capitais dos Estados e do Distrito Federal. O processo nas capitais deve ser concluído até 2024. Em seguida, serão contemplados os municípios de acordo com a sua população, partindo daqueles com população igual ou superior a 500 mil habitantes, que devem receber o 5G até 2025. O processo deverá estar totalmente concluído até dezembro de 2030.
Para ter acesso à internet de quinta geração, o usuário deverá ter um celular com a tecnologia 5G. No Brasil, há atualmente 67 modelos de celular com a função 5G homologados pela Anatel.

Enquete

Imagine a possibilidade de criar vídeos realistas com ferramentas de inteligência artificial, como o Sora. Você teria interesse em utilizar uma ferramenta como essa no futuro?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão