Thumbnail

No quarto episódio do reality de startups O Anjo Investidor, João Kepler decide se aporta a expansão da Scooto.

O Anjo Investidor

Startup Scooto oferece mão de obra qualificada e remota para SAC de empresas

GazzConecta
09/10/2020 19:57
Para melhorar o problema dos usuários que precisam acionar serviços de telemarketing, a startup Scooto oferece um sistema amigável para promover a conexão entre pessoas e empresas. Liderada por Mariana Vaz e Diego Locci, casados e sócios, a Scooto funciona como uma central de relacionamento para que empresas possam ter um serviço de atendimento ao consumidor (SAC) terceirizado e remoto.
A Scooto é a protagonista do quarto episódio do reality de startups O Anjo Investidor, capitaneado por João Kepler. A startup precisa R$ 500 mil em investimentos para estruturar o setor financeiro e comercial, além de fortalecer sua presença digital - tudo isso em troca de uma participação minoritária do investidor na startup.
Entre os diferenciais da empresa está a oferta de mão de obra especializada para o atendimento das empresas, focada em mulheres que dividem suas jornadas entre a maternidade e o trabalho, permitindo que as profissionais atuem em home office.
João Kepler aponta como pontos fracos da empresa a falta de um software para realizar o atendimento aos clientes e os processos concentrados na casa dos fundadores, passando pela sua rotina familiar.
Ana Karina Bortoni, presidente do Banco BMG, e Antonio Patrus, diretor da Bossa Nova Investimentos, ajudam Kepler a decidir se o aporte é viável e quais são as condições para a aplicação.
No GazzConecta, você acompanha semanalmente um resumo dos episódios lançados. Acompanhe aqui o primeiro episódio, com a startup Olivas Kids, o segundo episódio, com a WeUse, e o terceiro episódio, com a startup Eshows.

Enquete

A inteligência artificial está transformando rapidamente aspectos da sociedade. Como você percebe o impacto da IA em nossas vidas?

Newsletter

Receba todas as melhores matérias em primeira mão